ONU: Guterres celebra anúncios de EUA e China para questão climática

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, saudou e deu boas vindas aos anúncios feitos nesta terça-feira, 21, pelos governos dos Estados Unidos e da China de metas para o combate às mudanças climáticas. Na Assembleia Geral da ONU, o presidente Joe Biden e o líder Xi Jinping dedicaram grande parte de seus discursos ao tema, no que Guterres disse, em comunicado, ter lhe deixado encorajado pelo compromisso com a ação climática por parte das duas maiores economias do mundo.

No caso americano, o anúncio de que o país aumentará significativamente seu financiamento climático internacional para cerca de US$ 11,4 bilhões por ano foi elogiado pelo secretário. “Essa maior contribuição dos deixará os países desenvolvidos mais próximos de cumprir seu compromisso coletivo de mobilizar US$ 100 bilhões por ano em financiamento climático”, afirmou Guterres.

No caso chinês, o secretário saudou a notícia de que o país encerrará todo o financiamento de usinas termoelétricas a carvão no exterior e redirecionará seu apoio à energia verde e de baixo carbono. “Acelerar a fase global de eliminação do carvão é o passo mais importante para manter a meta de 1,5 grau do Acordo de Paris ao alcance”, afirmou o português.

Por sua vez, Guterres concluiu dizendo que ainda “há um longo caminho” para fazer da COP26 um sucesso e garantir que marque um ponto de inflexão nos esforços coletivos para enfrentar a crise climática.