Pela 1ª vez, média diária de mortes por covid passa de 3 mil no Brasil

Pela primeira vez, a média móvel diária de mortes por covid-19 no Brasil ficou acima de 3 mil. Foram 3.119 óbitos na média desta quinta-feira, 1º, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL. Esse número leva em consideração dados dos últimos sete dias, soma e divide por sete, assim elimina distorções e represamento de dados de dias anteriores.

Desde 17 de março, o Brasil mantinha a média acima de 2 mil. Agora atingiu novo patamar, que mantém o País com a maior média de todo o mundo no momento. É um reflexo ainda de março, o mês com os números mais altos de mortes e casos durante toda a pandemia.

O número de óbitos por covid no Brasil foi de 3.673 nas últimas 24h e 325.559 no total. Novos casos da doença confirmados no dia ficaram em 89.459 no dia e 12.842.717 durante toda a pandemia. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem 11.169.937 recuperados.

Consórcio reúne dados desde o dia 8 de junho

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.