Resultado positivo: mesmo na pandemia Ciscopar realiza mais de 840 mil procedimentos

O Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná (Ciscopar) é unidade referência nos atendimentos de especialidades para os 18 municípios da 20ª Regional de Saúde. Ampliação da estrutura física e, consequentemente, melhorias e aumento na oferta dos serviços prestados é uma das expectativas para 2021. O balanço geral de 2020 aponta um ano típico em relação aos atendimentos, mas que surpreendeu os gestores.

A secretária executiva do Ciscopar, Cleci Rambo Loffi, aponta que de janeiro a novembro de 2020 foram realizados 842.351 procedimentos – totalizando R$ 20.758.519,32 em valores pagos pelos municípios. “Esses números são consideráveis levando em consideração o ano ter sido atípico por causa da pandemia. Os serviços foram reduzidos desde março de 2020 e finalizamos o ano com 50% dos atendimentos, mesmo assim os números são surpreendentes”.

Cleci comenta que diante das restrições da pandemia, o Ciscopar manteve os serviços essenciais. Com o passar dos meses, foram sendo liberados – atendendo todos os protocolos de segurança e prevenção da Covid-19 – os demais serviços até atingir os 50%.

“Além do valor relacionado aos procedimentos médicos ainda tivemos custos com bolsas de colostomia no montante de R$ 1.055.426,18; diárias em pensão para tratamento fora do domicílio R$ 1.026.869,20; passagens para paciente para tratamento fora do domicílio R$ 928.531,99 e transporte de pacientes para hemodiálise R$ 63.476,40. Portanto são mais de R$ 23 milhões em serviços. A fatura administrativa até novembro de 2020 foi de R$ 7.600.942,70 sendo que desse valor tivemos dedução de R$ 5.559.310,34”, explica a secretária executiva.

PROGRAMA QUALICIS – O Ciscopar assinou o Termo de Adesão ao Programa QualiCIS – uma iniciativa do Governo do Estado do Paraná que irá atender os 18 municípios que compõe o Consórcio. Até o momento, foi formalizado somente o Termo, possivelmente, o convênio deverá ser assinado em breve, com previsão para que aconteça em março ou abril.

O Convênio contempla com o valor mensal R$ 231.004,68 e valor anual de R$ 2.772.056,16. Com a futura adesão, o Ciscopar integra a implantação e implementação do Atendimento Ambulatorial Multiprofissional Especializado as seguintes Linhas de Cuidado Prioritárias previstas pela Secretária de Saúde do Estado (SESA) que são: gestante, criança, pessoa com Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), pessoa com Diabetes Mellitus (DM), pessoa idosa e Saúde Mental. Cleci salienta que o processo está em fase de documentação e análise das resoluções, pois regulamentação do Convênio que é criteriosa.

FINALIZAÇÃO DOS BLOCOS 3 E 4 – No mês de novembro foram retomadas as obras dos blocos 3 e 4 do Ciscopar; elas estavam paralisadas desde abril do ano passado devido algumas diligências encontradas no projeto diante das mudanças previstas para o centro cirúrgico, essas alterações foram protocoladas na Caixa Econômica Federal, para aprovação e reprogramação, que após analisadas retornaram com diligências. Esse impasse fez com que as obras permaneçam paradas, pois necessitavam que os projetos estivessem aprovados pela agente financeiro, que é a Caixa, para dar continuidade nos serviços de construção.

“O ano de 2021 iniciou com muitos planos e metas. O principal é a inauguração da sede do Ciscopar. As obras estão na fase final, os processos licitatórios para o mobiliário e demais equipamentos transcorrem dentro da normalidade e estamos com previsão para que essa inauguração ocorra na primeira quinzena de abril. Com isso estaremos concentrando a grande parte dos serviços do Consórcio em um único lugar. Além do fato de que outros serviços também serão ofertados na nova sede com a implantação de um Centro Cirúrgico para a realização de pequenos procedimentos”, pontua a secretária executiva.

A estrutura do bloco 3 deverá compor as instalações do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), laboratório clínico, parte do arquivo morto do Consórcio e oferta do atendimento aos ostomizados. Quando o novo espaço estiver em funcionamento passará a atender com mais cadeiras e com isso deverá quase dobrar o número de atendimentos. Além disso, existe a possibilidade de expandir o horário de expediente de acordo com o horário de funcionamento praticado na sede.

O número de análises laboratoriais, dentro do novo espaço, também deve aumentar.  A meta é melhorar ainda mais os atendimentos prestados aos ostomizados e pacientes que precisam de cuidados especiais com feridas, pois a estrutura deverá contará com espaço adequado para tais procedimentos.

CENTRO CIRÚRGICO – A construção do Centro Cirúrgico começou em 2015. Inicialmente, a previsão era que até o segundo semestre de 2019 a estrutura estivesse finalizada. Contudo, em 2018, a equipe observou problemas no projeto referente ao espaço do fluxo de esterilização dos centros cirúrgicos. Diante do impasse, foi preciso readequar o projeto para atender as exigências legais. Na época da formatação do projeto, a forma proposta era algo legal e adequada. Porém, no decorrer dos últimos anos foram determinadas outras medidas, dessa forma foi necessário promover a adequação do projeto básico arquitetônico, o qual foi corrigido. 

No piso inferior do bloco 4 será implantado o Centro Cirúrgico. Esse espaço irá conter as salas e a equipe do Modelo de Atendimento as Condições Crônicas (Macc). Nesse Centro serão realizados procedimentos de média e alta complexidade ambulatorial como cirurgias de adenoides, hérnias e amigdalites, por exemplo, contudo, serão tratados casos que não geram internamento, pois, a unidade não é um hospital. Os procedimentos serão realizados de acordo com a demanda de cada município.

A parte administrativa ficará no piso superior do bloco 4. Com salas adequadas, todo o setor ficará centralizado na sede. Atualmente, esses servidores estão em um espaço reduzido, localizado no centro de Toledo.

QUALIDADE DOS SERVIÇOS – “O Ciscopar é um consórcio que abrange um público de mais de 400 mil pessoas e está buscando melhorar todos os seus serviços e também sua estrutura. É um dos maiores dentro do Paraná, serve de referência para outros consórcios no Estado e fora dele, isso aumenta nossa responsabilidade em trabalhar e zelar por ele. Nossa equipe busca sempre se aprimorar para ofertar um atendimento digno a população, temos um número reduzido de profissionais e isso faz com que o compromisso da equipe seja redobrado. Nosso objetivo é manter o Ciscopar como um consórcio de saúde exemplo e, para isso, buscamos parcerias junto ao Governo do Estado do Paraná e Governo Federal para implantar mais melhorias na estrutura existente”, garante Cleci.

ESTRUTURAÇÃO

As obras de ampliação do Ciscopar integram o programa estratégico para estruturação da Rede de Atenção Especializada e tem como componente a estruturação de Unidade de Atenção Especializada. Os blocos 3 e 4 possuem aproximadamente 3.200 m², é parte integrante dos 4.700 m² totais da Unidade. Nos blocos 1 e 2 estão localizados os consultórios do Centro Regional de Especialidades. Já o 2º pavimento sedia o setor administrativo e salas para exames, entre outras atividades realizadas no local.

Da Redação