Sebrae e Abdan lançarão edital com desafios tecnológicos do setor nuclear para pequenas empresas e startups

Com a indicação do Plano Nacional de Energia (PNE) 2050 de que o Brasil irá construir até 10 GW de novas centrais nucleares nos próximos 30 anos, um novo horizonte de possibilidades se abre para a cadeia nacional de fornecedores. As chances de novos negócios serão amplas e estarão abertas até mesmo para as pequenas empresas. Com o objetivo de trazer as companhias desse porte para mais perto do setor nuclear, o Sebrae-RJ e a Associação Brasileira para Desenvolvimento das Atividades Nucleares (Abdan) lançarão um edital com oportunidades para startups, micro e pequenas empresas. A Coordenadora de Negócios Internacionais do Sebrae-RJ, Miriam Ferraz, explica que a ideia é promover o desenvolvimento da cadeia de fornecedores do setor nuclear através de plataformas nacionais e internacionais de desenvolvimento tecnológico. A chamada pública apresentará desafios tecnológicos propostos por empresas âncoras e será aberta a qualquer companhia, abrangendo diversos setores. “Queremos mostrar que pequenas empresas e startups (de setores como metal-mecânico, petróleo de gás, automação e siderurgia) possuem grande potencial de se tornarem fornecedores de tecnologias, produtos e soluções para o segmento nuclear“, disse Miriam. O lançamento do edital acontecerá no dia 28 de julho, às 16h30, dentro da programação da conferência Nuclear Trade & Technology Exchange (NT2E), que está sendo organizada pela Abdan.

Da Assessoria