Sem vacinas, Prefeitura do Rio suspende aplicação de 2ª dose da CoronaVac

A Prefeitura do Rio informou na noite deste sábado, dia 1º, que terá de adiar por dez dias a aplicação da segunda dose da CoronaVac devido à falta de entrega de novas remessas da vacina. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade do Rio manteve a vacinação com a reserva técnica até o momento, mas o estoque se esgotou, como já havia acontecido em outros municípios e Estados do Brasil.

O comunicado da Prefeitura diz que, pelo cronograma do Ministério da Saúde, não haverá reposição da CoronaVac em quantidade suficiente antes do prazo informado. Ficará mantida a vacinação com segunda dose de CoronaVac somente para acamados e idosos acima de 70 anos que fizeram a primeira dose no município do Rio de Janeiro.

A imunização de primeira e segunda doses com a vacina AstraZeneca está mantida e o calendário de grupos prioritários foi inclusive antecipado. Com a chegada de novas remessas da AstraZeneca, será possível vacinar pessoas dos grupos prioritários com 52 anos ou mais até o próximo dia 8 de maio, sábado.