Soldado Fruet pede contratação de mães para prevenir Covid em escolas

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) solicitou que o Governo do Paraná siga o exemplo da Prefeitura de São Paulo, que anunciou a contratação de 5 mil mães de alunos para atuarem no apoio à prevenção da
Covid-19 nas escolas públicas do município. “Registro meu pedido para que o Estado do Paraná atue da mesma forma”, disse, ao ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa na sessão plenária desta terça-feira (16).

“Teríamos a mão de obra extra necessária para garantir a segurança das crianças, adolescentes, professores e demais servidores das escolas, ao mesmo tempo em que haveria uma geração de renda extra a milhares de mulheres que perderam seus empregos por causa da pandemia”, justificou o Soldado Fruet, destacando que “essa renda ajuda a girar a roda da economia, movimenta o comércio, gera novos empregos e mais impostos”.

  Na capital paulista, as mães que serão contratadas serão responsáveis pela aferição de temperatura, higienização de equipamentos de uso coletivo, além de orientar estudantes quanto ao uso da máscara e distanciamento. “Se o Governo do Paraná contratasse duas mães para auxiliar nos cuidados de higiene em cada uma das 2,2 mil escolas estaduais, ajudaria mais de 4 mil famílias que enfrentam dificuldades neste momento de pandemia”, apontou o líder da bancada do PROS.

FUNCIONAMENTO – A Prefeitura de São Paulo pagará um salário de R$ 1.155 mensais, durante seis meses, para uma jornada de 30 horas semanais de trabalho. Serão 24 horas de atividades nas frentes de trabalho e seis para cursos de qualificação profissional. Os pré-requisitos para participar são: ter mais de 18 anos de idade, residir na cidade, estar desempregada há mais de quatro meses, não receber benefícios como seguro-desemprego e não ter renda familiar superior à metade do valor do salário mínimo.

Da Assessoria