SP: caminhão explode em posto de Rio Claro, deixa 1 morto e pelo menos 14 feridos

Uma pessoa morreu e ao menos 14 ficaram feridas na explosão de um caminhão carregado com produto químico, na noite desta quarta-feira, 30, em um posto de combustível da rodovia Washington Luís (SP-310), em Rio Claro, no interior paulista. Outros veículos que estavam no posto pegaram fogo e os tanques de combustível também explodiram. O impacto das explosões e o deslocamento de ar causaram estragos em um perímetro de até 15 quilômetros, segundo a Defesa Civil.

As causas do acidente, que ocorreu no posto Confiante, no km 175 da rodovia, ainda são apuradas, mas a hipótese é de superaquecimento no sistema de frenagem do caminhão. Conforme o Corpo de Bombeiros, ao menos oito viaturas da corporação e outras cinco do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram mobilizadas para apagar o fogo e dar socorro às vítimas. O motorista do caminhão que explodiu e o motorista de um carro que era abastecido no momento da explosão foram levados em estado grave para a Santa Casa de Rio Claro.

As outras vítimas tinham queimaduras de segundo e terceiro graus ou apresentavam intoxicação por fumaça. A maioria passou por atendimento no Pronto-Socorro Municipal, mas houve atendimentos também em unidade de saúde de Ipeúna, cidade da região. A rodovia ficou interditada durante duas horas no sentido da capital. Uma passarela de pedestre ficou danificada.

Pessoas que moram nas imediações relataram terem ouvido um grande estouro seguido de altas labaredas. As casas mais próximas tiveram vidraças quebradas pelo deslocamento do ar. As chamas se espalharam rapidamente, atingindo outros caminhões que estavam no posto. O fogo destruiu os veículos e as cargas. As bombas de combustível do posto também se incendiaram.

A explosão abriu uma cratera de dois metros de profundidade no local. Ruas próximas foram interditadas para o trabalho dos bombeiros e o socorro às vítimas. A morte de uma pessoa foi confirmada na manhã desta quinta-feira, 1º. Ela estava internada na Santa Casa e ainda não tinha sido identificada.

Na manhã desta quinta-feira, os bombeiros ainda faziam o rescaldo no posto. Uma perícia estava sendo realizada pela Polícia Civil e um inquérito vai apurar as causas da explosão.