Três crianças e uma professora morrem no ataque a creche em Saudades (SC)

O ataque a creche Pró Infância Aquarela, em Saudades, oeste de Santa Catarina, causou a morte de três crianças e uma professora. Elas foram assassinadas por um jovem de 18 anos, que invadiu a escola por volta das 10h, armado com um facão.

A professora Keli Adriane Aniecevski, 30 anos, é uma das vítimas mortas no ataque. Além da educadora, uma agente escolar e três crianças de até dois anos morreram atingidos por golpes a faca. A informação foi confirmada por familiares de Kelly e pela secretária de educação do município, Gisela Hermann. A prima da educadora, Silvane Elfel, contou que ela trabalhava na unidade havia cerca de 10 anos.

Professora Keli Adriane Aniecevski – Foto: Divulgação

A cidade tem cerca de 10 mil habitantes e fica a 70Km de Chapecó.

Segundo informações do 2º Batalhão da PM de Chapecó, apuradas pelo portal G1, a corporação recebeu várias ligações pedindo socorro, pois alguém havia entrado na creche e estava desferindo golpes de facão nos alunos e funcionários.

Segundo a secretaria de educação de Saudades, a escola atende crianças de seis meses a dois anos.

O agressor foi detido pela polícia. Segundo informações preliminares ele teria se golpeado com o facão na região do tórax e do pescoço.

De acordo com o delegado Gerônimo Marçal, a creche foi isolada para o trabalho de perícia. Ele confirmou que uma funcionária da creche foi transferida para Chapecó em estado grave. Uma quarta criança foi ferida, mas sem gravidade.

O delegado disse que o agressor era um jovem sem antecedentes criminais e que a Polícia está fazendo contato com a família para obter mais informações. O doutor Gerônimo disse ainda que a Prefeitura de Saudades está auxiliando. A Polícia Militar está fazendo a segurança no hospital em Pinhalzinho para onde o agressor foi transferido e, caso ele sobreviva – seu estado de saúde é grave – a Polícia Civil deverá ouvi-lo tão logo seja possível.

Fotos: Divulgação

Do Diário do Sudeste