Vale conclui obras de descaracterização da barragem Fernandinho, em Minas

A Vale informou que concluiu a obra de descaracterização da barragem Fernandinho, localizada na Mina Abóboras, no Complexo Vargem Grande, em Nova Lima (MG). Além disso, finalizou a construção da estrutura de contenção à jusante (“ECJ”) que serve as barragens Forquilhas I, II, III,IV e Grupo, localizada entre os municípios de Itabirito e Ouro Preto (MG), perto da Mina Fábrica. “A conclusão de ambas as obras reflete o avanço da Vale no compromisso com as melhores práticas na gestão de suas barragens”, diz a mineradora em comunicado divulgado há pouco.

Com a conclusão das obras de descaracterização, que ainda será avaliada pelos órgãos competentes, Fernandinho deixa de ter características de barragem, perdendo a função de armazenamento de rejeitos e de água. No processo, 558 mil metros cúbicos de rejeitos foram removidos e um canal central de drenagem foi construído, com posterior revegetação e reintegração da área ao meio ambiente local.

A barragem fez parte do Programa de Descaracterização de Barragens da Vale, destinado às estruturas com alteamento a montante, método similar àquele empregado na barragem rompida em Brumadinho (MG). “Esse é um compromisso assumido pela Vale e uma obrigação legal, para aumentar a segurança das comunidades e das operações”, afirma a empresa, destacando que desde 2019, seis estruturas a montante foram completamente descaracterizadas e reintegradas ao meio ambiente.