Wellington Dias se reúne para acertar primeiro lote da Sputnik V

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias (PT), se reuniu no domingo (6) com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para tratar sobre a elaboração do aditivo do contrato relativo ao Fundo Soberano Russo (RDIF), com o qual os Estados do Nordeste possam adquirir 37 milhões de doses da vacina Sputnik V. Segundo Dias, a reunião foi para acertar detalhes sobre o primeiro lote do imunizante e a definição do cronograma de entrega para os próximos meses.

Na sexta-feira (4), a diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a importação das vacinas Sputnik V e Covaxin em caráter excepcional e estabeleceu uma série de limitações para o uso desses imunizantes contra a covid-19 no Brasil. Entre os critérios, o órgão regulador só autorizou aplicar doses em adultos, de 18 a 60 anos, sem comorbidade e ainda não vacinados, determinou monitoramento dos resultados e restringiu o público-alvo a no máximo 1% da população neste momento.

“É uma vitória do povo brasileiro a autorização pela Anvisa da vacina Sputnik, o que assegura as condições do contrato do Consórcio do Nordeste e da Amazônia Legal da compra de 37 milhões de doses”, avaliou o governador.

Segundo Dias, na reunião de ontem, foi organizada uma frente para cumprir as regras da Anvisa, que dispõe sobre o transporte, recebimento e certificação e liberação da agência reguladora e distribuição para os Estados compradores. O governador afirmou que também foi discutido o cronograma de entrega.

Na agenda da semana, o Dias ainda anunciou que, na terça-feira (8), haverá uma reunião com o Fundo Soberano Russo para garantir o calendário das vacinas.