Região

2019 terá redução no tempo de espera para vagas em Cmei's rondonenses

Cada dia que passa o executivo de Marechal Cândido Rondon trabalha mais para suprir diversas demandas históricas do município. Uma delas, diz respeito às vagas nas creches. De acordo com a secretária de Educação Marcia Winter da Mota, muitas crianças que estão na fila de espera já nem moram no município ou não se consegue contato com as famílias, enquanto outras não possuem a idade mínima para entrar numa creche. Diante dessas dificuldades, a pasta, com o Conselho Municipal de Educação, através da resolução 0001/2018, fez alguns ajustes para solucionar o problema.

Nessa nova normativa, um dos requisitos para estar presente na fila de espera é a criança ter a idade mínima de quatro meses. "Até então, a criança nascia e no outro dia os pais vinham fazer o cadastro. Às vezes chegava a vez de uma criança e ela não podia entrar, pelo fato de não ter a idade mínima para frequentar a creche", explica.

Outra mudança que deve melhorar a questão, é o ato dos pais realizarem a atualização do cadastro a cada ano, no mês de janeiro. "Com a fila de espera única, muitas das famílias que eram procuradas não eram encontradas. Com a atualização do cadastro, esse contato com certeza ficará mais fácil", frisa.

 

INVESTIMENTOS

Além desses ajustes com as novas normativas, o município realizou diversos investimentos em novos espaços. Durante o ano de 2017, aconteceu a instalação do Cmei Pequeno Príncipe, no antigo Cemep. Ao todo, 200 vagas foram criadas. O investimento foi de R$ 280 mil, com a utilização de recursos próprios.

Para 2019, sete salas serão construídas. Nos Cmei's Jardim Primavera e 24 de Maio, serão construídas duas salas em cada, para abrigarem turmas do berçário. O investimento em cada Cmei será de R$ 300 mil, oriundos de recursos próprios. As obras no Primavera já devem começar em janeiro.

Já no Cmei Vila Gaúcha, o investimento será de R$ 416 mil, sendo R$ 250 mil oriundos através de emenda do deputado federal Evandro Roman, mais a contrapartida do município de R$ 166 mil. No local, serão construídas três novas salas.