Toledo

Administração investe mais de R$ 240 mil em horas/máquinas para a piscicultura

A reunião foi realizada na tarde de ontem (Foto: Graciela Souza)

Com o objetivo de incentivar o desenvolvimento da piscicultura no município de Toledo, a administração mantém uma parceria com os produtores em um trabalho de horas/máquinas. Uma reunião com 37 piscicultores que serão beneficiados foi realizada, na tarde de quinta-feira (12), no auditório da Prefeitura.

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretário Cristopher Cristiano Carnelos de Azevedo, a atividade está sendo consolidada em Toledo. Nesta edição, a mudança está relacionada em algumas regras. “Fizemos alterações para não perdermos horas com os piscicultores. Por isso, a reunião. Apresentamos o cronograma de atendimento”, afirma ao comentar que o início dos trabalhos deve acontecer a partir da próxima semana.

De acordo com a Lei “R” nº 12/2013, a ação permite que o piscicultor possa usufruir a hora/máquina. “Nós temos licitado hora/máquina tanto para conservação, quanto para a reforma de açudes. Queremos dar um apoio para a piscicultura do município”, comenta o secretário.

 

ATENDIMENTO

Ao todo serão 1500 horas/máquinas licitadas no período de 2018 e um investimento por parte da administração de mais de R$ 240 mil. Em contrapartida, o piscicultor – de acordo com a legislação – deve devolver o valor referente a 20 litros de óleo diesel para cada hora/máquina. Se for médio produtor ou maior deve repassar o valor referente a 30 litros de óleo diesel. O recurso deve ser devolvido em até 12 meses para a administração.

O técnico em piscicultura Eduardo Baptista salienta que é a atividade é auxílio para o produtor. “Também para a indústria que terá a matéria-prima mais próxima”. O agricultor Mayco Antônio Batistella comenta que a sua família decidiu investir na piscicultura neste ano. “Fizemos essa opção, porque a atividade tem crescido no município e também recebe incentivo na região”, menciona ao complementar que é um meio para realizar a diversificação da propriedade.