Região

Agricultores familiares são prioridade no fornecimento de alimentos para alimentação escolar

(Foto: Divulgação)

Com o intuito de incentivar a agricultura familiar local, a administração municipal de Maripá, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto, prioriza o setor no fornecimento de alguns alimentos destinados à alimentação escolar. No dia 8, a Coordenação de Alimentação Escolar se reuniu com os agricultores para definir os produtos que serão entregues às escolas durante o ano.

Verduras, hortaliças, biscoitos e macarrão caseiro, cucas, bolos, sucos, geleias, mandioca, morango e filé de peixe são alguns dos itens fornecidos pelo produtor rural maripaense. Segundo a nutricionista do município Jussara Garcia Rosa França, as frutas também estão inseridas no cardápio. “A fruta permanece na alimentação das crianças, pois além de ser fonte de vitaminas e minerais, são essenciais em cardápios saudáveis” explica a profissional.

Em 2018, Maripá destinou 87,30% dos recursos financeiros repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Programa Nacional da Alimentação Escolar (Pnae), na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural. O recomendado pelo Ministério da Educação é de, no mínimo 30%.

“Esse número demonstra a preocupação com a qualidade dos alimentos oferecidos nas escolas. O incentivo à agricultura familiar local vem de encontro com a necessidade das escolas em oferecer alimentos com qualidade aos alunos, promovendo uma alimentação saudável e diversificada”, destaca a secretária de Educação, Cultura e Desporto Janaína Müller Geraldi.