Esporte

Após título no Rally dos Sertões, Michel Terpins consolida liderança no Campeonato Brasileiro

Dupla da Bull Sertões Rally Team, Michel Terpins/Maykel Justo, faz balanço do aproveitamento na 25ª edição. Com o resultado, piloto abriu 18 pontos de vantagem no campeonato na Protótipos T1.

Passados mais de 15 dias da conquista do título no Rally dos Sertões, em Bonito (MS), o paulistano Michel Terpins faz um balanço de sua 10ª participação na competição. O piloto e o navegador Maykel Justo, da equipe Bull Sertões Rally Team, sagraram-se campeões da categoria Protótipos T1, a bordo do T-Rex, com 2h37m de vantagem. O bom desempenho rendeu, ainda, à dupla o quarto lugar no pódio dos cinco mais rápidos da 25ª edição do rali, ficando atrás somente dos três carros Protótipos FIA.

Com o resultado obtido na maior prova off-road do país, Terpins ampliou a liderança no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) divulgou, nesta segunda-feira (11), o ranking atualizado e o piloto está com 61 pontos, abriu 18 de vantagem em relação ao segundo colocado da categoria Protótipos T1. Vale ressaltar, que os dois primeiros dias da competição somaram pontos para as 9ª e 10ª etapas do campeonato nacional.

“Esse Sertões foi incrível e, de certa forma, diferente para nós porque a partir da 3ª etapa assumimos a liderança na categoria, em plena Maratona (que não permite apoio mecânico externo) e, a partir daí, passamos a administrar a vantagem, sem deixar de ser competitivos. Mas não foi tarefa fácil porque foram dias de alto nível técnico que exigiram demais do carro e de nosso preparo físico”, explicou Terpins, que conquistou seu primeiro título no Rally dos Sertões aos 40 anos. “Foi um balanço muito positivo, não somente pelo título, mas pelos 100% de aproveitamento que tivemos, o carro esteve perfeito, a estratégia que traçamos deu certo e a sintonia entre piloto e navegador foi excelente”, completa.

Paulista de Taubaté, Justo concluiu seu 11º Rally dos Sertões com dever cumprido e comemorou também seu segundo nos carros – em 2014 foi Campeão na categoria Pró Brasil. Antes de navegar nos carros, Justo foi navegador na categoria caminhões por sete edições. Experiente e versátil aprovou a parceria pelo segundo ano consecutivo com Terpins. “Andamos muito bem, impomos um bom ritmo, pois o T-Rex é um carro muito seguro e rápido e conquistamos o título com uma ótima posição na geral. Posso dizer que a parceria de sucesso com o Michel Terpins foi gratificante demais e,neste ano, o Sertões foi especial para mim também porque meu pai nos acompanhou nos bastidores de Goiânia a Bonito e pude dar esse presente a ele”, ressalta o navegador.

Foram sete dias de muita competitividade e alto nível técnico. No total os competidores percorreram mais de 3.300 quilômetros, entre os dias 20 e 26/8, pelos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Na edição de 25 anos, a prova contou com 280 competidores de 161 veículos entre motos, quadriciclos, UTVs e carros. A largada foi em Goiânia e chegada inédita em Bonito.

Terpins estreou na prova em 2002, na categoria motos, depois navegou para o irmão Rodrigo Terpins, também piloto, sendo, que há quatro edições pilota o T-Rex e vinha batalhando por esse título no Rally dos Sertões. “Felizmente, o título do Sertões eu já tenho, agora, foco total no Brasileiro, pois ainda temos mais duas provas de rodada dupla, uma em novembro e outra em dezembro, e pretendo brigar para conquistar também meu primeiro título no campeonato”, finaliza o piloto. No Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, o navegador de Terpins é Beco Andreotti, que neste ano foi Campeão na geral dos carros no Rally dos Sertões.