Exterior

Ataque de Israel à Síria mata três soldados e fere sete

Um ataque de Israel neste domingo à região de Quneitra, no sul da Síria e próxima às Colinas de Golã, deixou ao menos três soldados mortos e sete feridos, segundo a imprensa oficial síria. Israel confirmou o ataque a diversas posições militares no país, incluindo dois estoques de artilharia, pontos de inteligência e observação e unidade de defesa aérea, em resposta ao lançamento de dois projéteis pela Síria no fim do sábado, que acabaram não provocando danos. O exército israelense informou que um dos rojões caiu dentro de uma área controlada e não explodiu.

As tensões entre países da região vêm aumentando em reação à influência do Irã sobre a Síria e outras partes do Oriente Médio. Logo após o ataque, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, confirmou que tinha ordenado a ação militar deste domingo. "Não vamos tolerar ataques ao nosso território e responderemos firmemente a qualquer agressão contra nós", afirmou Netanyahu em comunicado.

A anexação das Colinas de Golã por Israel não é reconhecida pela maior parte da comunidade internacional. Os Estados Unidos contudo, informaram recentemente reconhecer a soberania israelense sobre a área. Fonte: Associated Press.