Toledo

Ataques de cachorros prejudicam trabalho dos agentes da dengue em Toledo

Só nesta semana, três agentes da dengue sofreram ataque de cachorros no trabalho em Toledo. Por conta disso, o Departamento de Endemias lançou um comunicado para conscientizar a população da cidade a prender seus animais mesmo que ele seja aparentemente calmo. De acordo com o coordenador do controle de endemias Selidio Schmitt, é difícil passar um dia sem acidentes. “Acontece que os proprietários falam que o cachorro é tranquilo, mas quando o agente entra no território dele, o animal se sente ameaçado e ataca. Por isso aconselho que todos prendam o cão mesmo que seja manso, para evitar acidentes” salienta.

O acidente, além de prejudicar o trabalho do agente atrapalha também a dinâmica do Departamento de Endemias já que o funcionário precisa parar suas atividades e ficar de três a cinco dias de atestado.