Segurança

Avó de menina encontrada morta em Guaíra quer justiça

(Foto: Catve.com)

No começo da tarde desta quinta-feira (11), a avó da menina de oito anos que foi encontrada morta em Guaíra, esteve no IML de Toledo.

Muito abalada, Maria Martins Rossi, falou que a mãe da criança está inconsolável e que não sabe como vai administrar a situação a partir de agora.

Segundo Maria, a vítima era uma criança muito sonhadora. Tinha planos desde pequena e sempre falava que queria ser cozinheira. Sonhos que foram interrompidos de uma hora para outra.

Dois familiares estão detidos, suspeitos de envolvimento no crime, um primo e o pai dele.

Mesmo sendo um de seus netos, um dos acusados do crime, a avó quer justiça e que se comprovada a autoria, quer que o familiar pague pelo que fez.

" Se ele fez isso com ela, pode fazer com qualquer pessoa", relata a mulher.

A corpo da criança foi localizado em um dos quartos da residência em que morava, enrolada em um saco plástico. Ela foi morta a facadas. Um dos ferimentos foi na região do pescoço e quase degolou a criança.

O corpo da menina permanece no IML (Instituto Médico-Legal) de Toledo. Familiares estão providenciando documentos para liberação.

Ainda não se sabe o que motivou o crime.

Fonte: Catve.com