Toledo

Com clima agradável 1º Too Pescando foi um sucesso

Milhares de pessoas foram ao Parque do Povo no domingo (Foto: Fabio Ulsenheimer)

Não é nenhuma história de pescador não. Mas domingo (19) o Parque do Povo Luiz Cláudio Hoffmann ficou lotado. A primeira edição do Too Pescando foi um sucesso de participação. Mais de 2 mil pessoas estiveram no local. O evento é uma iniciativa da Prefeitura de Toledo, através da Secretaria de Meio Ambiente, em parceria com o curso de engenharia de pesca Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Um dos cartões postais do município recebeu pessoas de todas as regiões. Moradores de Cascavel, Marechal Cândido Rondon, Maripá, e até mesmo de Foz do Iguaçu participaram do momento de lazer. A coordenação geral do evento ficou por conta do professor Altevir Signor, Centro Acadêmico de Engenharia de Pesca com a Associação dos Engenheiros de Pesca. Eles ficaram responsáveis pelo inventário e pesagens das espécies.

Os pescadores puderam pegar peixes como a como tilápia, carpa cabeçuda, traíra, lambari, mussum, dentre outras. Vale lembrar que essa foi a primeira vez que a pesca foi liberada no Parque do Povo. Em outra ocasião, no ano de 2011 a pesca foi liberada no Parque Ecológico Diva Paim Barth.

O prefeito Lucio de Marchi agradeceu a parceria da Unioeste com a Prefeitura. “O evento foi um momento lindo. Confraternização boa entre família, amigos. Uma ação muito importante que fortalece os vínculos de parceria com a instituição Unioeste e também com a população de Toledo”, destacou.

O evento ainda contou com premiações para quem conseguiu pescar o maior. As premiações foram divididas por categorias, masculino, feminino e kids. A campeã geral foi a Pamela Ribeiro Tavares, do Jardim São Francisco. A moradora fisgou uma tilápia de 850g. “Foi um momento muito bom. Eu adoro pescar e conseguir essa conquista é muito satisfatório. Estamos felizes por ter uma atividade como essa aqui na cidade”, contou.

A bióloga Lilian Cardoso contou que o evento teve como principal objetivo diminuir a superpopulação de peixes no local. “O principal objetivo dessa pesca foi estimular as pessoas a criarem conexões com a natureza por meio de vivências, pois esta é uma das mais efetivas ferramentas da educação ambiental”, explicou.

 

ALIMENTOS ARRECADADOS - Foram arrecadados aproximadamente 2.500 kg de alimentos, produtos de higiene e limpeza. Eles serão entregues para Associação e Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Toledo.