Esporte

Confiante após duas vitórias, Fábio prevê Cruzeiro agressivo contra o Fortaleza

O goleiro Fábio quer que o Cruzeiro transforme a confiança adquirida com as duas vitórias consecutivas, sobre São Paulo e Corinthians, em agressividade diante do Fortaleza, neste sábado, às 21 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"A gente tem de procurar se impor logo, não deixar o Fortaleza se sentir confortável. Se der para fazer o gol, quanto mais cedo, melhor. Isso traz tranquilidade, tira a ansiedade. Temos de nos impor, como foi contra o São Paulo. Vamos usar as coisas positivas que fizemos nos últimos dois jogos. A confiança em cada um é grande e todo mundo vem se ajudando. Isso é fundamental para os jogos difíceis que temos pela frente", disse o experiente jogador, de 39 anos, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Com 841 jogos pela equipe celeste, Fábio destacou a postura da equipe nas últimas cinco partidas, nas quais o time não perdeu - foram três empates e duas vitórias. "A gente sempre vinha buscando as vitórias e sabia que, mesmo que elas não viessem, tínhamos de continuar trabalhando. Finalmente conseguimos diante de duas equipes difíceis de serem vencidas. Agora, veio no momento certo e passa confiança não só para nós, mas para o torcedor também. A gente vem se empenhando."

Encarar um adversário que também briga para fugir das últimas colocações no Brasileiro não tem sido agradável para o Cruzeiro, mas Fábio confia que diante do Fortaleza o Cruzeiro vai conseguir os três pontos. "Não tem explicação (não vencer os times de baixo). A gente fez bons jogos, mas a vitória não veio. Mas é preciso se dedicar sempre. Quando o momento é ruim, não tem explicação", enfatizou.

Segundo o goleiro, a ausência do zagueiro Dedé, submetido a uma cirurgia no joelho direito nesta semana, será sentida, mas a confiança em Cacá, seu substituto, é muito grande. "Um jogador como o Dedé sempre faz falta. Ele tem uma história maravilhosa de superação. Vai voltar melhor que antes, não tenho dúvida. E ciente que ele vai estar conosco, pois está sempre motivando, incentivando os companheiros. E a entrada do Cacá fortalece pela qualidade que tem. Não tem momento fácil. Quando surge a oportunidade você tem de estar pronto e entrar com confiança", projetou.

TREINO - O Cruzeiro realizou na tarde desta sexta-feira o último treino de preparação para o duelo com o Fortaleza. E o atacante Pedro Rocha, com dores no tornozelo direito, acabou não participando da atividade. O atleta vem sofrendo com problemas físicos, que o deixaram fora de cinco das últimas seis partidas, e se tornou dúvida entre as opções de Abel Braga para este sábado.

Para o confronto no Mineirão, o treinador não poderá contar com Éderson, suspenso, e a tendência é a de que Jadson ocupe o seu lugar no meio-campo cruzeirense. Ariel Cabral é outra alternativa como substituto. Em compensação, a equipe terá o retorno do atacante David, que cumpriu suspensão na rodada passada.

Uma provável escalação do time mineiro para este sábado é a seguinte: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Jadson (Ariel Cabral), Robinho e Thiago Neves; David e Fred. Os cruzeirenses estão na 17ª posição do Brasileirão, com 28 pontos, e encabeçam a zona de rebaixamento.