Estado

Copel investiu R$ 1,27 bilhão no primeiro semestre

A Copel investiu R$ 1,27 bilhão no primeiro semestre deste ano, conforme o balanço da empresa divulgado na noite de terça-feira (14). O investimento foi feito, principalmente, na melhoria e expansão da rede elétrica para o atendimento à população. “São investimentos que melhoram muito o fornecimento de energia. Neste ano, a Copel vai investir ainda mais para atender os paranaenses cada vez melhor”, disse o presidente da Copel, Jonel Iurk.

O programa de investimentos da Copel para este ano é de R$ 2,9 bilhões. Entre as obras em andamento destacam-se 16 novas subestações, a construção da Usina Baixo Iguaçu e a linha de transmissão Curitiba/Blumenau.

Uma nova linha de transmissão para conectar as subestações Realeza Sul e Baixo Iguaçu, no Sudoeste do Paraná também recebeu investimentos. “O novo empreendimento vai ajudar a escoar a energia produzida na Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, que deve começar a gerar em janeiro do ano que vem”, disse Iurk.

 

BAIXO IGUAÇU

A Usina Baixo Iguaçu teve em junho a descida do rotor no poço na unidade geradora 3, o último grande equipamento instalado na Usina. Em julho foi iniciado o desvio do rio, permitindo a construção da parte restante da barragem, na margem direita.

Localizada no trecho final do Rio Iguaçu, entre os municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques, a usina é construída pela Copel e a Neoenergia. O investimento total é de R$ 1,7 bilhão. A obra começou em 2013 e, no pico, gerou 3.100 empregos.

Atualmente, mais de 2 mil funcionários trabalham na fase final de construção. A usina tem capacidade de 350 megawatts, energia suficiente para atender 1 milhão de pessoas.

 

PRÊMIO

Em julho, a Copel recebeu o prêmio Abradee de melhor em gestão no Brasil. A premiação, criada há 20 anos pela Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), avalia sob diferentes enfoques de desempenho as principais empresas do setor em todo o território nacional.

 

TELECOM

A Copel Telecom ampliou a rede de fibra ótica de internet residencial para mais 16 cidades do Noroeste do Estado. Com a expansão dos serviços, a empresa passou de 64 para 80 cidades atendidas com internet residencial, ampliando em 20% sua área de atuação com o produto Copel Fibra. As novas cidades atendidas são Ivatuba, Marialva, Paiçandu, Ourizona, Floraí, São Jorge do Ivaí, Presidente Castelo Branco, Pitangueiras, Sabáudia, São Pedro do Ivaí, Atalaia, Flórida, Mandaguaçu, Iguaraçu, Ângulo e Nova Esperança.

A receita operacional líquida da Copel no primeiro semestre de 2018 foi de R$ 6,9 bilhões. O lucro líquido foi de R$ 692,2 milhões.