Esporte

Cortez diz que Grêmio joga por Renato e lembra trabalho com Jorge Jesus

O lateral-esquerdo Bruno Cortez revelou a admiração e o comprometimento que o elenco do Grêmio tem pelo técnico Renato Gaúcho às vésperas do grande duelo da semifinal da Copa Libertadores, quarta-feira, em Porto Alegre, às 21h30, diante do Flamengo.

"Jogamos pelo trabalho feito pelo Renato. Pelo seu jeito contagiante, pela alegria e pela confiança transmitida para o grupo. Ele fala com o coração, passa sinceridade", disse o defensor, nesta segunda-feira, em entrevista coletiva. "O Renato me ajudou quando eu mais precisei. Com ele, eu cresci bastante."

Cortez trabalhou com Jorge Jesus, técnico do Flamengo, em 2013, no Benfica, em Portugal. "É um excelente treinador. Passa muita tranquilidade nesses momentos de decisão", revelou o lateral, de 32 anos, que não se impressiona com o fato de os cariocas não vencerem o Grêmio no Sul desde 2004.

"Mostra a força do Grêmio em casa, mas nada disso vai adiantar se não tivermos o mesmo desempenho dessa vez", afirmou o lateral, que não terá no setor defensivo a companhia do zagueiro Pedro Geromel, em recuperação de lesão. Outro que está fora do primeiro duelo com o Flamengo é o meio-campista Jean Pyerre, também machucado.

Renato Gaúcho orientou treino fechado para a imprensa nesta segunda-feira à tarde. Os jogadores que atuaram na derrota para o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, fizeram um trabalho regenerativo, enquanto os titulares participaram de atividades técnicas.

A tendência é que o Grêmio entre em campo com a seguinte formação: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Alisson, Luan e Everton; Diego Tardell.

Os jogadores iniciaram período de concentração nesta segunda-feira à noite e realizam o último treinamento antes da importante partida nesta terça, às 15 horas. O segundo jogo entre Grêmio e Flamengo, no Maracanã, está marcado para dia 23 de outubro.