Região

Defesa Civil e equipes da Sesop atendem famílias afetadas por enxurradas

Uma das principais ocorrências foi registrada na rua Lupicínio Rodrigues, esquina com a rua Domiciliano Teobaldo Bresolin (Foto: Divulgação)

As fortes chuvas registradas na tarde de domingo (15) em Cascavel provocaram transtornos a várias famílias do bairro Brasília, na região norte da cidade, que tiveram as moradias afetadas por enxurradas em alguns endereços. Elas prontamente foram atendidas pelas equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Serviços e Obras Públicas, que também a pedido do prefeito Leonaldo Paranhos continuaram na segunda-feira (16) apurando as causas dos problemas.

Uma das principais ocorrências foi registrada na rua Lupicínio Rodrigues, esquina com a rua Domiciliano Teobaldo Bresolin. No local, quatro moradias foram alagadas e um muro chegou a ser derrubado com a enxurrada. Equipes da Sesop constataram na segunda que a enxurrada foi motivada pelo volume de água que teve origem na rua Procópio Ferreira e na marginal da rodovia BR-467, onde houve rompimento de tubulação, que atravessou o pátio da residência na rua Jardel Filho, causando estragos no calçamento, seguindo para o lote fundo de vale que faz divisa com as residências alagadas.

Outro ponto com inundação também foi registrado na rua Domiciliano Teobaldo Bresolin, na altura do número 1.165. Uma residência foi inundada por água e lama, igualmente devido ao rompimento de tubulação.

Já na avenida das Américas, esquina com a rua Haiti, a enxurrada originou-se em uma cratera sobre galeria de águas pluviais rompida. A enxurrada invadiu terrenos e derrubou muros.

Engenheiros da Sesop estiveram nos locais e constataram que serão necessários pelo menos dois dias de trabalho para fazer a troca da tubulação danificada. Além do atendimento às famílias afetadas pelas enxurradas, a Defesa Civil distribuiu lonas em diversos endereços.