Toledo

Dia do Empreendedor: diferencial e planejamento são alguns dos desafios

Independente do segmento, o primeiro ano de atuação é fundamental para o empreendedor alinhar o negócio (Foto: Janaí Vieira)

Na data de 5 de outubro é comemorada o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Mais conhecido como Dia do Empreendedor, a data é uma homenagem à criação do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, instituído pela Lei nº 9.841/1999. Essa opção de empreendedorismo tem crescido consideravelmente. Entre os principais desafios enfrentados está a busca por um diferencial e o planejamento.

Em tempos de crise econômica o mercado empreendedor tem se mostrado uma alternativa para aqueles que enfrentavam a luta contra o desemprego. O cenário econômico também tem desafiado aqueles que já estavam em atuação no mercado e tiveram que buscar alternativas para manterem abertas as portas dos estabelecimentos.

“Dois dos maiores desafios têm relação com a busca por um diferencial e, também, o planejamento”, destaca a consultora do Sebrae de Toledo Deborah Steiner França.  “Com um mercado cada vez mais competitivo e clientes cada vez mais exigentes, as empresas precisam ter algo diferente para oferecer e, para isso, precisa ter boas estratégias e bom atendimento, além de um bom planejamento para compreender bem o mercado, conhecendo concorrentes e mapeando perfis de possíveis clientes. A partir daí, é possível ter um grande conhecimento sobre o mercado, o que ajuda tanto quem já é empreendedor como também aquele que pretende abrir o próprio negócio”.

 

INÍCIO - Deborah reforça que é preciso que o empreendedor tenha em mente de que pelo menos um ano é necessário para que a empresa entenda o seu lugar no mercado. Isso porque o empreendedor pode usar o primeiro ano de trabalho para entender quais investimentos são necessários, quais são as despesas fixas, quanto precisa ter no capital de giro e quanto ele precisa para cobrir os custos.

“Por isso, sempre recomendamos que, antes de abrir a empresa, o empreendedor procure planejar todos esses custos, mesmo que de forma hipotética, para ter uma previsão de investimentos e, com isso, fazer os planejamentos financeiros, de custo, de capital, entre outros”, alerta ao acrescentar que depois do primeiro ano, é importante que o empreendedor tenha esses dados todos para basear as próximas ações e continuar no mercado de maneira sólida.

 

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL – Procurar orientação especializada contribui para que o empreendedor atinja seus objetivos. “O Sebrae tem na essência a missão de auxiliar os empreendedores. Com base na oferta de cursos, capacitações, programas e consultorias, o Sebrae oferece todo um suporte tanto para quem já tem o seu negócio como também para aquele empreendedor que sonha em ter um negócio próprio, mas não sabe por onde começar”, esclarece a consultora. Somente o escritório de Toledo realizou, em 2018, 1256. De janeiro ao início de outubro deste ano, já foram 1286.

 

NACIONAL - No Brasil, os pequenos negócios representam 99% do total de empresas privadas, ou seja, 14 milhões de empreendimentos. Esses negócios empregam 55% do total de trabalhadores com carteira assinada e são responsáveis por 27% do PIB. Os números mostram a força das micro e pequenas empresas (MPEs) para o desenvolvimento econômico e social do País.

No Paraná, os dados ratificam a expressão do segmento. Os pequenos negócios representam 98% do total de empresas, ou seja, 1,2 milhão de empreendimentos. No Estado, as MPEs empregam 59% dos trabalhadores com carteira assinada e são responsáveis por 33% do PIB.

Em análise feita pelo Sebrae, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, as micro e pequenas empresas criaram, no Paraná, 6.162 vagas do total de 8.726, em agosto. De janeiro a agosto de 2019, o acumulado indica 38.158 empregos gerados pelos pequenos negócios no Estado.