Variedades

'É bom ver pessoas LGBTs na música', diz Pabllo Vittar

Pabllo Vittar, Gretchen, Wanessa Camargo, Preta Gil e Simony estiveram juntas na manhã desta segunda-feira, 16, no centro de São Paulo, para a coletiva de imprensa do Milkshake Festival. Principais atrações do evento que será realizado no dia 2 de junho na Arena Anhembi, na capital paulista, elas falaram sobre diversidade sexual e respeito às diferenças.

"Eu represento os pais e avós de vocês. Quando meu filho era uma menina, eu não entendia porque ele sentia atração por outra menina. Eu fui criada em uma sociedade em que menina tinha que gostar de menino e vice-versa. Para nós, pais, é difícil entender. Ele tinha 15 anos quando tudo aconteceu. Todos os dias eu recebo milhões de mensagens de pais que dizem que não sabem como lidar com tal situação. Quando uma mulher está grávida, a gente corre para perguntar sobre o sexo da criança. Muitas vezes não nos importamos com isso e dizemos apenas que queremos que o bebê tenha saúde. Que todos tenham saúde. Só isso, independentemente do gênero e orientação sexual", disse Gretchen.

O Milkshake é um festival holandês, realizado em Amsterdam e celebra a diversidade sexual. O evento desembarca pela segunda vez no País e contará com apresentações de Pabllo Vittar, Preta Gil, Wanessa Camargo, Gretchen e DJs nacionais e internacionais. Além disso, o Milkshake Festival terá a participação do grupo Balão Mágico em sua formação original como celebração dos 35 anos de sua criação. Simony, Mike e Tob estarão juntos no palco novamente. Jairzinho, que está morando em Nova York, não vai participar do show. "O Balão não tem raça, não tem gênero, não tem nada. Para mim, é uma volta de tudo que foi mágico", disse Simony.

Diversidade

Pabblo falou sobre diversidade e a importância da representatividade do universo LGBT. "É muito bom ter um festival que celebra a diversidade. Antigamente a gente tinha uma dificuldade gigantesca para se enxergar. Como menino cis gay, eu não tinha uma figura para me inspirar. Hoje é muito bom ver pessoas LGBTs na música", afirmou Pabllo Vittar.

Pabllo ainda falou sobre a mensagem contra a homofobia do clipe Indestrutível, lançado recentemente. "Todos os dias a gente pode fazer alguma coisa para melhorar a nossa situação. Não só eu mas a maioria des jovens LGBTs que passaram por isso na escola. E a gente ainda passa por todos os dias infelizmente por alguns momentos desagradáveis e com o clipe eu quis passar uma mensagem que você ao pé da letra é mesmo, mostrar a realidade que acontece todos os dias", explicou Pabllo.

Com variados palcos, o Milkshake Festival vai abrigar ainda a primeira DragCon, convenção de drag queens, com a presença de Nany People, Salete Campari, Aretuza Lovi e Marcia Pantera.

Os ingressos custam R$ 360 para o acesso simples às atrações, e R$ 760 para o acesso com a modalidade Open Bar.