Esporte

Ex-Grêmio e Cruzeiro, Willian Magrão rescinde com clube japonês e está livre no mercado em busca de uma nova equipe

(Foto: Divulgação/Kagoshima United)

Chegou ao fim da trajetória de Willian Magrão no futebol japonês. Com 32 anos, o jogador rescindiu seu contrato com o Kagoshima United e já está de volta ao Brasil. Magrão aterrissou no continente asiático em 2018 para defender as cores do Oita Trinita.

Willian Magrão valorizou a experiência de um ano no futebol japonês. “Foi uma temporada de muita aprendizado. Uma experiência positiva, principalmente no aspecto de intensidade de jogo. Retorno ao Brasil satisfeito com o que vivi dentro e fora das quatro linhas no Japão”, declarou o jogador que tem a versatilidade como uma das suas características, pois pode ser utilizado como zagueiro ou volante.

Natural da cidade de Mogi Mirim, no interior de São Paulo, Willian Magrão voltou para o local que nasceu e segue uma rotina de treinamentos enquanto define o futuro clube. “Tenho profissionais de minha confiança que sempre faço um trabalho de condicionamento físico e fortalecimento muscular aqui em Mogi Mirim, quando estou de férias. Agora que rescindi no Japão e estou livre no mercado, voltei a treinar forte para manter num bom nível e me apresentar em condições positivas na minha nova equipe”, explicou o jogador que tem quase 350 jogos como profissional.

Vale lembrar que além da experiência no Japão, Willian Magrão também já atuou no futebol mexicano, quando defendeu a camisa do Juaréz em 29 jogos. Já no Brasil, Magrão foi revelado pelo Grêmio, equipe que mais atuou na carreira em 130 partidas, 16 gols marcados e um título gaúcho. Ele também teve experiências no futebol paulista pela Ponte Preta (anotando dois gols no Paulistão de 2012), Portuguesa (também fazendo dois tentos no estadual de 2014) e no Red Bull Brasil sendo um dos atletas com mais jogos na história do clube, inclusive, em muitos deles, como capitão.

Willian Magrão também rodou por outros estados do Brasil. Em Santa Catarina conquistou acesso à Série A pelo Figueirense e anotou dois gols com a camisa do alvinegro. Já em Minas Gerais, defendeu as cores do Cruzeiro e Boa Esporte em edições da Série A (2012) e B (2014), respectivamente. Outro estado que Willian Magrão pôde demonstrar seu futebol foi Pernambuco, quando atuou em 21 rodadas da Série B 2015 pelo Náutico.