Toledo

Faculdade de Medicina da UFPR é inaugurada em Toledo

O empresário Luiz Donaduzzi acredita que a educação transforma a realidade (Foto: Caroline Hendges)

Foi inaugurada nesta quarta-feira (21) a Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Paraná (UFPR) no município de Toledo. A cerimônia oficial foi realizada onde a instituição de ensino está instalada, no Parque Cientifico e Tecnológico de Biociências (Biopark), que fica localizado na PR 182. Segundo a diretora do campus Toledo Cristina de Oliveira Rodrigues as aulas já iniciaram em fevereiro no local. “O projeto arquitetônico foi desenvolvido pela UFPR e atende todas as necessidades de um curso de medicina moderno e inovador. Hoje temos funcionando uma estrutura de quatro mil metros quadrados, onde estão as salas de aulas, os laboratórios, e toda a parte administrativa. É uma estrutura suficiente para atender os 150 alunos que estão instalados hoje aqui. A partir de agora serão construídos e entregues, gradativamente, os outros cinco mil metros quadrados”, explica a diretora.

O reitor da universidade Ricardo Marcelo Fonseca acompanhou a cerimônia e enfatizou a parceria entre órgão público e privado para oferecer ensino de qualidade. “É um privilégio, em meio à crise econômica, ver um investimento tão grandioso e visionário como esse. É um momento promissor para o curso de medicina da UFPR fazer parte desse projeto e ser um dos primeiros a se instalar no local. Essa expansão vai dar condições de formar médicos de qualidade”, comenta o reitor da UFPR.

A formação de médicos em Toledo contribui significativamente para a saúde dos moradores do município, pois os alunos fazem aulas práticas nas unidades de saúde, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), nos ambulatórios de especialidades e no hospital filantrópico, além de participarem de projetos que atendem a comunidade. “A vinda do curso de medicina pra Toledo veio consolidar o município como polo universitário. É uma evolução que só foi possível com a parceria e a ousadia desse casal que investe na nossa região, seu Luiz e dona Carmen”, enfatiza o prefeito de Toledo Lúcio de Marchi.

 

INVESTIMENTO PRIVADO

A construção do novo prédio da Faculdade de Medicina da UFPR só foi possível através do investimento de recursos privados vindos dos sócios-fundadores da Prati-Donaduzzi, Luiz e Camen Donaduzzi. “Precisamos dar a oportunidade para nossos trabalhadores, seus filhos e netos, de terem acesso à educação, que seja de qualidade e acessível. Acreditamos que a educação é uma ferramenta para transformar a realidade”, reforça o empresário e idealizador do Biopark Luiz Donaduzzi. “A educação está em nosso sangue, acreditamos que ela estimula o desenvolvimento das pessoas. E queremos deixar esse legado para nossos trabalhadores, para suas famílias e para todos os moradores da região”, acrescenta a empresária Carmen Donaduzzi.

O ex-reitor da UFPR Zaki Akel Sobrinho relembrou o início da discussão sobre a expansão do curso de medicina em Toledo. “Esse projeto é um novo paradigma da relação público privada. Quando seu Luiz me apresentou o projeto do Biopark só tinha uma folha com o sonho desse parque tecnológico. As conversas foram avançando e o projeto foi se transformando em realidade com a ajuda de muitas mãos. Ver que o curso de medicina faz parte desse projeto é ter certeza que formaremos profissionais com excelência. E ter a certeza de que a educação é a melhor ferramenta de transformação e desenvolvimento social”, comenta o ex-reitor da UFPR.

 

FACULDADE DE MEDICINA

O município de Toledo foi escolhido para a implantação do segundo curso de medicina da UFPR no ano de 2013, quando a instituição aderiu ao Programa de Expansão do Ensino Médico do Ministério da Educação (MEC).

No ano de 2014, foi criado o campus da instituição após a doação da área pelo município. Porém, as atividades do curso iniciaram apenas em março de 2016. A instalação atendia apenas 120 estudantes.

No mês de fevereiro desse ano, toda a estrutura da universidade foi transferida para a sede do Biopark. Atualmente são cinco turmas do curso de medicina, 150 estudantes e 24 professores, além dos funcionários técnicos.

O prédio possui dois blocos interligados e três pavimentos. Inicialmente foi entregue a construção de aproximadamente quatro mil metros quadrados, onde estão instaladas as salas de aulas, laboratórios, centro de simulação e salas administrativas. Está previsão a entrega de mais 800 metros quadrados para o mês de junho, onde funcionarão o refeitório e as salas dos professores. O projeto contempla a construção de nove mil quadrados.

 

BIOPARK

O Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark) terá quatro milhões de metros quadrados onde serão instaladas universidades, hospitais, incubadoras e indústrias. O objetivo é formar mão de obra qualificada para o setor e estimular o desenvolvimento de pesquisas.

O Biopark pretende gerar 30 mil empregos e transformar a região de Toledo em um polo de biociências. A previsão é de que o projeto esteja pronto em um prazo de 30 anos. O investimento inicial é de R$ 100 milhões, mas a expectativa é que esse valor chegue a R$ 500 milhões.