Região

Famílias que não comparecerem até o dia 26 serão excluídas da seleção

Balanço realizado no fim da tarde de quarta-feira (12) revela que apenas 45% das pessoas que deveriam ter comparecido até o momento atenderam à convocação (Foto: Divulgação)

Após toda celeuma que resultou num atraso de pelo menos oito meses desde o sorteio das famílias para o Residencial Jardim Riviera em Cascavel, agora com autorização da Justiça para a sequência do processo e uma força-tarefa determinada pelo prefeito Leonaldo Paranhos para agilizar o atendimento aos contemplados que devem entregar a documentação no Setor do Programa Minha Casa Minha Vida para finalizar os trâmites necessários ao processo de entrega das 2.089 moradias, é baixa a adesão dos convocados pelo município para cumprir essa etapa do processo obrigatório.

O atendimento começou no dia 7 e segue até o dia 26 de julho, de segunda a sábado, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Balanço realizado no fim da tarde de quarta-feira (12) revela que apenas 45% das pessoas que deveriam ter comparecido até o momento atenderam à convocação.

"Fizemos um levantamento e ligamos para as famílias agendadas para os dias 7 e 8. A maioria sequer atende ao telefone. Estamos preocupados, pois podem perder o direito à moradia tão sonhada", revela a coordenadora do Programa, Marilda Thomé Paviani, lembrando que os candidatos que não comparecerem no prazo marcado serão excluídos automaticamente do processo de seleção.

"Temos um prazo para fechar os grupos e urgência em encaminhar a documentação para análise na Caixa Econômica. As pessoas que perderam a data do atendimento ainda podem reagendar pelo telefone (0xx45) 3321-2305 ou pessoalmente no setor e as que ainda estão na lista do agendamento devem ficar atentas à data e horário que devem comparecer ao setor", acrescenta Marilda Thomé Paviani.