Região

Festa das Orquídeas e do Peixe difunde potencialidades de Maripá

A festa é realizada pela Administração Municipal por meio da Comissão Central Organizadora que conta com 1.500 voluntários (Foto: Assessoria)

Quando se fala em identidade, Maripá tem isso muito bem definido. O município é conhecido como Cidade das Orquídeas e reconhecido pela implementação de tecnologias no cultivo da tilápia, duas potencialidades econômicas que também impulsionam o turismo local e que deram origem a Festa das Orquídeas e do Peixe. A 21ª edição do evento ocorreu neste fim de semana, entre 23 e 25 de agosto e trouxe à Maripá cerca de 60 mil visitantes, o que representa dez vezes mais que a sua população.

A festa é realizada pela Administração Municipal por meio da Comissão Central Organizadora (CCO), que é formada por representantes de 14 entidades, reunindo cerca de 1.500 voluntários. O segredo do sucesso, segundo o presidente da Comissão Central Organizadora, Rodrigo Schanoski, é a união da comunidade. “Quem faz a festa é a própria população de Maripá, que está engajada em todos os detalhes e é isso que faz esse evento ser o sucesso que é e crescer cada vez mais. Chegamos ao fim de mais uma edição superando novamente as expectativas e só temos a agradecer os voluntários, patrocinadores, expositores e a Administração Municipal, que é fundamental para o que evento aconteça", ressalta o presidente.

Para o prefeito Anderson Bento Maria, o apoio do poder público para realização da festa contribui para o desenvolvimento da cidade. “São potencialidades que temos o compromisso de divulgar e incentivar enquanto poder público, pois elas têm grande importância na economia de Maripá e divulgam o nome da cidade para o Brasil inteiro e também para outros países como o Paraguai e Argentina. Apesar do sentimento de tristeza pelo ocorrido na minha família, estamos felizes pela festa ter sido novamente um sucesso e só temos a agradecer a cada um que contribuiu para que isso acontecesse”, destaca.

Nesta edição, mais de 130 caravanas visitaram o evento. Três delas foram organizadas pela Kadia Prigol, de Santa Rosa, no Paraguai. Eles conheceram a festa este ano e o destaque foi para a organização do evento. “A festa foi maravilhosa, desde a forma de acolhimento com uma recepção super calorosa já pedindo pra gente voltar, uma organização excelente, a atenção de todos que nos atenderam. As orquídeas nem se fala, lindas demais, as mulheres que foram enlouqueceram e a comida estava deliciosa. Estão todos de parabéns e vamos voltar no próximo ano”, disse.

A Festa das Orquídeas e do Peixe contou com exposição e feira de orquídeas; feira da aquicultura; feira da indústria, comércio, artesanato e sabores; café colonial; refeições à base de peixe; eventos técnicos como o 18º Seminário Estadual da Piscicultura e o Curso Básico de Plantio e Cultivo de Orquídeas para Iniciantes; parque de diversão; Concurso do Peixe Assado na Grelha, Desossado e Recheado; Matinê da Melhor Idade; Rodeio do Bagre Ensaboado; um cortejo com o grupo Sou Arte; diversas atrações no Palco Cultural e um grande show com Luan Santana, que atraiu mais de 25 mil pessoas.

A próxima edição da festa já tem data definida. O evento será realizado nos dias 28, 29 e 30 de agosto de 2020, também no Centro de Eventos de Maripá.