Toledo

Fórum Eleitoral de Toledo terá zona 201 extinta

Inicialmente, a indicação era que fossem extintas as duas zonas: 148 e 201, contudo a 148 poderá permanecer caso englobe o eleitorado de quatro municípios
A zona 201 deve ser extinta a partir do dia 19 de outubro (Foto: Janaí Vieira)

No prazo de 60 dias, a zona eleitoral 201 do Fórum da Comarca de Toledo deve ser extinta. O prazo passou a valer no dia 19 de agosto, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter emitido uma resolução. As mudanças devem ser efetivadas somente no dia 19 de outubro, caso não ocorra nenhuma alteração até lá.

A chefe de cartório da 201ª Zona Eleitoral Adeline Gasparelli declara que se a extinção for concretizada deve implicar em outras mudanças. “Se isso ocorrer, pois acreditamos que diante dos fatos mais nada pode ser feito, a zona 148 passará atender os municípios de Ouro Verde do Oeste, São Pedro do Iguaçu, São José das Palmeiras e Tupãssi. Inicialmente, a indicação era que fossem extintas as duas zonas: 148 e 201, contudo a 148 poderá permanecer caso englobe o eleitorado desses quatro municípios”.

Adeline destaca que as mudanças na zona 148 precisam ser aceitas pelo TSE. Dessa forma, todo o eleitorado de Toledo passa a ser atendido, exclusivamente, pela zona 75. A chefe justifica que, de acordo com o Tribunal, só é possível que duas zonas atendam os eleitores de um município quando o número for superior a 140 mil pessoas.

“Enquanto as mudanças não são efetivadas, o quadro funcional continua trabalhando normalmente. Depois do dia 19 de outubro, acredito que eu e o outro servidor, que atua na zona eleitoral 201, sejamos remanejados para a 75. Após as alterações, os trabalhos serão intensificados. Irá ocorrer a redução de zonas e o aumento de eleitorado para cada uma e, além disso, não temos indicativo de novas contratações”, aponta Adeline.

 

LUTA

No dia 5 de julho, prefeitos, vice-prefeitos e alguns vereadores dos municípios de Toledo, Ouro Verde do Oeste e São Pedro do Iguaçu, representantes do Ministério Público, da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) e da comunidade participaram de uma audiência pública para abordar o assunto. Todo o conteúdo tratado durante o encontro foi registrado em ata. O objetivo era fazer com que o parecer pudesse contribuir para a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná.