Toledo

Licenciadores do IBGE visitam estabelecimentos rurais

“É preciso esclarecer que as informações não serão divulgadas de maneira individual, ou seja, os dados serão veiculados por município, por isso, os produtores não precisam ficar preocupados".
Em Toledo, aproximadamente 2.800 estabelecimentos rurais devem ser visitados (Foto: Janaí Vieira)

Os licenciadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já estão no campo para os trabalhos de coleta de dados do Censo Agropecuário. Os trabalhos iniciaram no dia 2 de outubro.

Antes de irem para a parte prática, os servidores passaram por treinamento. Em Toledo foram contratados sete agentes supervisores mensalistas e dez licenciadores para auxiliar nos trabalho. Toda a equipe ficará responsável pelo atendimento de aproximadamente 2.800 estabelecimentos rurais no município.

O coordenador do Censo Agropecuário da unidade de Toledo Carlos Alberto de Sá afirma que os primeiros dias de trabalho ocorreram de acordo com o esperado. “Até o momento, os produtores estão recebendo bem os licenciadores. Claro que teremos casos esporádicos, mas eles entendem que o Censo é um estudo importante para todo o país”.

A coleta ocorre de maneira digital. O coordenador relata que os servidores já anexam os dados em um aparelho de smartphone que possui um aplicativo do Censo. O método permite que as informações sejam copiladas com mais agilidade e processadas de maneira mais sucinta.

Segundo Sá, a entrevista está tendo duração média de 30 a 45 minutos. “É preciso esclarecer que as informações não serão divulgadas de maneira individual, ou seja, os dados serão veiculados por município, por isso, os produtores não precisam ficar preocupados”, afirma ao acrescentar que os servidores estão identificados, além disso, tem uma central eletrônica (0800) para que o agricultor possa ter certeza de que, de fato, as informações serão encaminhadas para o IBGE.

 

IMPACTO

Devem conter no estudo as principais informações da propriedade, como área de terreno, espaço plantado, principais culturas, pastagens, mata naturais, rebanho bovino, suíno, aves, silos para armazenagem, assistência técnica do produtor de órgão oficial ou empresa contratada, entre outros dados.

A Regional de Toledo abrange mais nove municípios. Com isso, a estimativa de visitas é de 10.300 propriedades agrícolas. O prazo para os trabalhos encerra na data de 1º de março de 2018.