Toledo

Núcleo de Inovação conhece detalhes de projeto do Comdet

O Núcleo Setorial de Inovação, vinculado à Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), conheceu mais sobre o protótipo de Lei de Inovação, elaborado pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Toledo (Comdet). Quem apresentou detalhes do estudo foi a vice-presidente do Comdet e coordenadora da Câmara Técnica da Lei de Inovação, Anaide Holzbach de Araújo. Na ocasião, ela pôde falar aos empresários sobre a proposta que trata dos incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no município de Toledo.

O projeto, em fase de construção, deverá posteriormente ser encaminhado ao Legislativo Municipal como sugestão para aprovação no Município. O objetivo é fomentar a pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços inovadores, com cunho tecnológico. “Vivemos tempos em que é necessário gerar novas matrizes econômicas em nossa cidade, e a tecnologia é um forte aliado para transformar nossa região”, frisa Anaide.

“A expectativa é que até meados de 2019 Toledo tenha a Lei de Inovação aprovada. A exemplo de cidades como Florianópolis (SC) e Santa Rita do Sapucaí (MG), onde a tecnologia se transformou no maior gerador de impostos municipais, criando um círculo virtuoso de produtividade, retenção de talentos e qualidade de vida”, complementa a vice-presidente do Comdet.

Para o coordenador do Núcleo de Inovação da Acit, Márcio Pinheiro, o encontro foi bastante esclarecedor. “Entendemos que a Lei da Inovação Municipal é muito importante, pois trata particularidades da economia local e cria diretrizes para o fomento da inovação em nossa cidade”, conclui.

 

VISITA TÉCNICA

Ainda no encontro, o Núcleo discutiu os últimos detalhes da visita técnica ao Parque de Inovação Tecnológica de Joinville e Região (Inovapark).

A ação faz parte do projeto contemplado no Edital Empreender para Crescer 2018, com repasse de R$ 3 mil da Cooperativa de Crédito Sicoob Meridional.

Segundo Márcio Pinheiro, a viagem programada visa atualizar os empresários de tecnologia sobre as novidades em andamento no local. “O objetivo é conhecer a estrutura, trocar experiência e agregar conhecimento para o nosso ecossistema”, ressalta o coordenador do Núcleo.