Toledo

Obras dos Ecopontos devem iniciar nas próximas semanas

Uma das ações mais esperadas pelas comunidades do município de Toledo é a instalação dos Ecopontos. A abertura dos envelopes com os valores para a construção dos Ecopontos é realizada nesta semana.
De acordo com o secretário de Desenvolvimento Ambiental e Saneamento Neudi Mosconi, três empresas participaram do trâmite. No entanto, uma delas foi desclassificada devido a documentação apresentar problemas, mas ainda cabe recurso.
Por sua vez, a homologação da empresa vencedora deve acontecer até o início da próxima semana. A expectativa é que a assinatura e o começo das obras sejam realizados até o final deste mês.
Mosconi explica que os Ecopontos, em Toledo, serão estruturas modernas de atendimento para a comunidade. “Serão estruturas para a destinação correta de todos os resíduos produzidos no município. Com exceção do orgânico, os Ecopontos podem receber lixo eletrônico, eletrodoméstico, resíduo verde, construção civil, óleos, baterias ou lâmpadas”.
As estruturas serão organizadas e adequadas. O secretário salienta que o Poder Público traz para Toledo um conceito de organização europeia. “É o primeiro município do Paraná que fará a implantação dos Ecopontos em um sistema extremamente moderno”.

LOCALIZAÇÃO
Os locais que serão contemplados com as estruturas são no Alto da Glória, próximo a Escola Municipal Ivo Welter. Parte da Pioneira, Jardim da Mata, Nascer do Sol, Jardim Laranjeiras, América e Europa poderão fazer a destinação dos materiais neste Ecoponto.
A segunda estrutura vai ser construído no bairro Panorama, próximo ao Restaurante Popular e vai atender as comunidades do Panorama e Panorama II, Belo Horizonte e São Francisco, Croma, loteamento Schneider, Cesar Park.
“Ainda temos negociações para as construções de mais três Ecopontos. Eles estarão localizados no Paulista, Esplanada e Porto Alegre. No Jardim Coopagro existe um processo tramitando na Itaipu Binacional. O projeto já foi analisado e aguardamos a liberação do Convênio para a edificação da estrutura”, comenta Mosconi.

 

RESÍDUOS
O ponto principal do Ecoponto é evitar o destino incorreto dos resíduos atrelado a isso proporcionar melhor qualidade de vida e renda para os “catadores”, que poderão integrar o quadro de colaboradores da Central de Triagem, onde é feita a separação dos materiais no Aterro Sanitário.
Os Ecopontos irão receber galhos de árvores, pequenos resíduos de construção, óleo de cozinha, vidros, pilhas, lâmpadas, plásticos, garrafas pet, papelão, embalagens diversas, roupas velhas, entre outros materiais. As construções dos Ecopontos foram aprovadas por meio de audiências públicas nas comunidades.