Estado

Paraná terá mais R$ 35 milhões do orçamento da União para a Saúde

A governadora em exercício Cida Borghetti articulou junto ao Governo Federal, com o apoio da bancada paranaense, a liberação de R$ 35 milhões do orçamento da União para investimentos na Saúde do Paraná (Foto: Jonas Oliveira/ANPr)

A governadora em exercício Cida Borghetti articulou junto ao Governo Federal, com o apoio da bancada paranaense, a liberação de R$ 35 milhões do orçamento da União para investimentos na Saúde do Paraná. Os recursos foram confirmados pelo ministro da Saúde Ricardo Barros, em reunião na quarta-feira (13) em Brasília.

“O Paraná agradece a liberação dos valores autorizados pelo presidente Michel Temer. Recursos que serão utilizados para ampliar e melhorar as condições de atendimento a quem mais precisa. Dinheiro para a compra de equipamentos, melhorias em unidades, ampliação de serviços em todas as regiões”, disse Cida.

Dos R$ 35 milhões totais, R$ 18,7 milhões serão destinados à estruturação de unidades de atenção de saúde especializada, R$ 7,9 milhões para a implantação de um centro de telemedicina e R$ 7,9 milhões para apoio a unidades de saúde em Londrina. Os valores são de emendas coletivas da bancada paranaense. “A parceria do Governo do Estado com o Governo Federal se fortalece a cada dia”, completou Cida Borghetti.

Participaram do encontro os deputados federais Toninho Wandscheer, Alex Canziani, Alfredo Kaefer, Dilceu Sperafico, Nelson Meurer, Nelson Padovani, Osmar Serraglio e Evandro Roman; os prefeitos de Londrina, Marcelo Belinatti e de Campo Largo, Marcelo Puppi;   o deputado estadual Pedro Lupion;  o presidente da Sanepar  Mounir Chaowiche; o presidente da Cohapar, Abelador Lupion e o secretário especial de representação do Estado do Paraná, Luciano Pizzatto.     

 

HABITAÇÃO

A comitiva paranaense também se reuniu com o ministro das Cidades Alexandre Baldy, para solicitar a liberação dos investimentos para a construção de 3.331 casas populares. O pacote de obras de R$ 241 milhões já vem sendo costurado pelo Governo do Paraná há alguns meses. Porém, o Ministério das Cidades está revendo tecnicamente todos os projetos protocolados no órgão.

“Destacamos a importância desses empreendimentos, que em sua grande maioria estão prontos para iniciar. São investimentos que vão movimentar a economia, gerar renda e oportunidades de trabalho e melhorar a vida dos paranaenses”, disse Cida Borghetti.

O presidente da Cohapar Abelardo Lupion acrescentou que além dos subsídios federais, a construção dos novos empreendimentos contará com os incentivos do programa Morar Bem Paraná. “Providenciamos toda a assessoria técnica da Cohapar e parcerias da Copel e Sanepar para instalação dos sistemas de energia elétrica, água e esgoto”, explicou ele.

Os empreendimentos serão financiados com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial e são destinados para o grupo da faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, que é composto por famílias com renda mensal de até R$ 1.800. Com os aportes, as famílias beneficiadas pagarão prestações que vão de R$ 80 até R$ 270 ao mês durante dez anos de financiamento, o equivalente a cerca de 10% do valor do imóvel.

 

CODESUL

A governadora em exercício também se reuniu com o ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha para reforçar as demandas do Paraná junto ao Governo Federal.

Ela entregou em mãos um ofício encaminhado pelos governadores do Codesul solicitando a ampliação da discussão sobre a exploração e produção do gás natural no país, por meio do Projeto de Lei Substituto 6.407/2013 que está em análise no Congresso Nacional.

 

Lançamento da Frente Parlamentar da Hemofilia

A governadora em exercício participou do lançamento da Frente Parlamentar da Hemofilia, também na quarta-feira, em Brasília. Por proposição do deputado federal Luciano Ducci, a frente foi criada para dar apoio aos portadores da hemofilia, debater tratamentos e legislação específica e dar visibilidade à doença para reduzir o preconceito.

Cida Borghetti destacou as ações do Governo do Estado e o bom trabalho prestado pelo Hemepar. “Além do atendimento qualificado, o Hemepar promove campanhas de conscientização e desenvolve pesquisas em conjunto com o Ministério da Saúde sobre os tratamentos oferecidos pelo SUS”, disse.