Toledo

Parlasul recebeu convidados e debateu propostas do interesse de países membros

Deputado esteve no Uruguai na segunda durante reunião do bloco internacional (Foto: Divulgação)

O deputado federal Dilceu Sperafico, como membro titular, integrou a comitiva de parlamentares brasileiros na 50ª Sessão Ordinária do Parlamento do Mercosul ( Parlasul), realizada na segunda-feira (9), no Edifício Mercosul, em Montevidéu, no Uruguai.

Na oportunidade, o Parlasul recebeu o ministro de Trabalho, Ernesto Murro, e a Conselheira de Educação, Laura Motta, ambos do Uruguai, e integrantes do Parlamento Juvenil do Mersosul. Estes entregaram formalmente declaração regional elaborada pelo colegiado, abordando os eixos temáticos gênero, direitos humanos, jovens e trabalho, participação cidadã, integração latino-americana e inclusão educativa.

Conforme Sperafico, o ministro Ernesto Murro, depois de agradecer a honra de poder participar da plenária do Parlasul, declarou seu agradecimento “aos jovens que falam de temas transcendentais e ao mesmo tempo promovem respostas a estes problemas.”

O ministro também falou de sua experiência na defesa do Mercosul, como sindicalista, destacando acreditar que esse é o caminho para o desenvolvimento dos latino-americanos e ressaltando a importância da Declaração Sociolaboral do Mercosul, que detalha direitos trabalhistas e sociais de trabalhadores do bloco e foi atualizada em 2015.

“O ministro Murro observou que a declaração trata-se de documento elaborado e aprovado, após muitos debates, por governos, sindicatos e câmaras empresariais, o que ressalta a sua importância para todo o Mercosul,no que tem toda a razão”, afirmou Sperafico.

Falando em seguida, a Conselheira do Conselho Diretivo Central (Codicen), da Educação, do Uruguai, Laura Motta, destacou a importância de espaços de participação para a discussão de temas do interesse da população dos países do Mercosul.

Segundo Sperafico, ela afirmou que tais espaços de integração são muito importantes, pois os países isolados não terão futuro se não buscarem a ampliação da participação da sociedade, nos debates e definição de estratégias para o desenvolvimento dos povos.

Laura Motta também ressaltou as necessidades atuais da educação e observou que a Declaração Regional do Parlamento Juvenil trata-se de  roteiro de trabalho para o presente e o futuro, de forma que as necessidades e desigualdades deixem de existir e todos recebam a educação adequada às suas necessidades.

Conforme Sperafico, a participação do Parlamento Juvenil do Mercosul foi saudada por diversos parlamentares presentes, de vários países, incluindo o deputado federal Celso Russomanno, coordenador da delegação brasileira.

Ele e outros parlamentares declararam satisfação com a grande presença feminina e de parlamentares juvenis na sessão e conclamou que essa tendência continue no futuro. Dessa forma, nas próximas gerações, os jovens serão peças de renovação essenciais para a política dos países membros, desde que os governos prossigam apoiando e incentivado essas iniciativas.

Outro ponto importante da sessão, segundo Sperafico, foi a apresentação de relatório no plenário da realização do 8º Foro Mundial da Água, que pela primeira vez ocorrerá no Hemisfério Sul, entre os dias 18 e 23 de março de 2018, em Brasília. Demonstrando a importância do evento, ele foi tema de debates na Comissão de Meio Ambiente do Parlasul.

Segundo Sperafico, a 50ª Sessão do Parlasul também abrangeu a realização de reuniões de Comissões Permanentes e da Mesa Diretora, onde foram tratados diversos temas da agenda, incluindo propostas de parlamentares integrantes e assuntos do interesse de seus respectivos países.

Entre as propostas debatidas e aprovadas, estiveram: declaração  de repúdio ao projeto do presidente dos Estados Unidos,Donald Trump, de construção de muro na fronteira com o México; recomendação ao Conselho do Mercado Comum (CMC), de adesão à Decisão 29/2015 (MEP/279/2016); declaração de 2016 pela qual o Parlasul assume a seu beneplácito pela adoção das recomendações sobre apresentação argentina do limite exterior de sua plataforma continental; declaração de preocupação pelo agravamento da crise humanitária na Síria ; declaração de interesse da Campanha Nacional contra o Grooming que leva à frente “Grooming Argentina”; recomendação do Parlasul aos países integrantes do Mercosul de criação de Observatório de Idosos; e declaração pela adoção de Sinalização Turística unificada nos países membros do Mercosul, entre outras.

“Foi um grande honra e satisfação participar de mais uma sessão plenária do Parlasul, pois se trata de oportunidade singular para conviver e dialogar com parlamentares de diversos países e debater com eles problemas e desafios comuns, para a assimilação de bons exemplos e preciosas lições, para o desenvolvimento de projetos em benefício de nossa população e do exercício do nosso mandato”, finaliza Sperafico.