Segurança

Polícia militar avalia Operação Tiradentes II na região

Apreensão de 1.600 quilos de maconha foi uma das ações durante a operação (Foto: Divulgação)

Em todo o país foi realizada nesse final de semana a Operação Tiradentes II, uma ação que movimentou policiais militares no emprego de suas atividades cotidianas, além de ações pontuais. A operação teve como objetivo promover a segurança e tranquilidade pública.  

O 19º Batalhão da Polícia Militar de Toledo mobilizou para essa ação 235 policiais que atuaram em 23 municípios da abrangência do BPM desde a meia noite de quinta-feira (10) até às 16h do último sábado. No município de Toledo foram 120 policiais militares trabalhando nessa operação.

Juntamente com a equipe da Rotam, Gotran, o módulo móvel e o efetivo do serviço administrativo eles realizaram em 40 horas abordagens em veículos, pessoas nas ruas, em estabelecimentos comerciais, bares e casas noturnas, busca de foragidos da Justiça, veículos com alerta de furto, indivíduos cometendo crimes, entre outras infrações.

Segundo o soldado Juliano Cesar Nicoluzzi do setor de comunicação do 19º BPM de Toledo o balanço dessa ação é positivo. “A Operação Tiradentes II foi bem positiva, tivemos um trabalho nessas 40 horas bem intenso com várias abordagens nas cidades, apreensões e um envolvimento em toda a área”, comenta.

 

APREENSÃO

Entre os trabalhos da equipe, o que mais chamou a atenção foi a apreensão de 1.600 quilos de maconha na noite da última sexta-feira (11) em uma blitz entre Assis Chateaubriand e o distrito de Silveiropolis.  

O soldado conta que a droga estava escondida no meio de uma carga de fécula de mandioca de origem do Paraguai. Segundo o condutor a carga seria entregue em Londrina. O condutor e um passageiro estão presos na delegacia de Assis Chateaubriand. “Com eles ainda foram encontrados quase R$ 4.500 em espécie e três celulares”, cita.

A operação foi coordenada pelo Conselho Nacional dos Comandantes-Gerais da Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (CNCG) e aconteceu simultaneamente em todos os estados brasileiros.