Toledo

Prefeitura encerra convênio com Restaurante Universitário como medida de economia

“O fornecimento continua por meio de recursos do Ministério da Educação que disponibilizou uma verba destinada a assistente estudantil exclusivamente aos estudantes”, afirma reitor.
De acordo com a universidade, eram servidas 600 refeições por dia entre estudantes e comunidade externa (Foto: Suzi Lira)

Com dois anos de funcionamento, o Restaurante Popular Universitário (RU) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) sofrerá alterações. A Cozinha Social deixará de fornecer a alimentação e a universidade vai licitar, a partir de 2018, a contratação de uma empresa que será responsável pelo almoço, jantar e cantina. Na semana passada, a administração municipal enviou um ofício à reitoria informando a rescisão do contrato.

O RU foi inaugurado improvisado em abril do ano passado e, oficialmente, apenas em outubro. De acordo com a universidade, eram servidas 600 refeições por dia entre estudantes e comunidade externa.

Conforme o diretor do campus Remi Schorn, o município informou que após avaliações financeiras foi detectada a necessidade da suspensão do contrato que foi firmado em 2013 e teria a vigência até outubro 2018, porém, com a possibilidade de prorrogação. “A parceria com o município encerra em dezembro. Entendemos que era bom para ambos. Por outro lado, respeitamos a decisão porque tínhamos um convênio, não um contrato jurídico firmado. O convênio tem que ser favorável às duas partes”. 

Apesar da rescisão do contrato, a assistência estudantil continua afirma o diretor. “Agora, o fornecimento permanece por meio de recursos do Ministério da Educação que disponibilizou uma verba destinada a assistente estudantil exclusivamente aos estudantes da Unioeste. O subsídio é R$ 4,50 para cada refeição do estudante. O valor possivelmente continuará o mesmo R$ 2,50 para acadêmico, já para os demais R$ 7,50”.

Ele explica que na próxima semana será publicado um edital para contratação da empresa que servirá as refeições. Os dois editais anteriores, que tinha como objetivo apenas o fornecimento do jantar, deram desertos. “Com essa mudança precisou ser refeito. Acho que esse é mais atrativo e vamos conseguir a empresa”. Ainda conforme Schorn, o fluxo de almoço deve diminuir. “Cerca de 50% eram estudantes e os demais comunidade externa”. A intenção é fornecer o jantar ainda neste ano.

 

ADMINISTRAÇÃO

De acordo com o documento enviado pela administração foi considerada a queda significativa nos repasses referentes as transferências Constitucionais, assim como a distribuição do valor do Fundo de Participação dos Municípios e do ICMS, a qual afetou consideravelmente o orçamento da Prefeitura de Toledo; ainda a necessidade de adequar as despesas à programação financeira de arrecadação de receitas para o exercício de 2018 o contrato que tinha como vigência até outubro de 2018 se encerrará em dezembro deste ano.

Ainda conforme a notificação, foi avaliada a quantidade de refeições servidas no RU no exercício de 2017. No período de abril a julho deste ano, foram 33.253 refeições. E o valor custeado pelo município, atualmente, para atender o Restaurante Universitário gira em torno de R$ 216 mil.

De acordo com o secretário de administração Moacir Vanzzo R$ 65 mil/mês será a economia gerada aos cofres públicos com o encerramento do convênio. Além disso, estarmos atendendo o objetivo principal do programa que é servir pessoas com mais necessidades do serviço. Não é responsabilidade do munícipio atender um restaurante universitário. Foi uma adequação de custos dentro da estrutura dos restaurantes populares”.