Estado

Projeto Paraná Consciente será lançado em Londrina

(Foto: João Ponce)

11 crianças morreram de forma violenta esse ano no Paraná! A maioria desses casos foi no norte do estado. De acordo com o Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), mais de 500 denúncias de abuso sexual e aliciamento de crianças pela internet estão sob investigação da Polícia Civil do Estado do Paraná. E a prevenção é a principal ferramenta de combate aos crimes sexuais praticados contra crianças: é o que afirmam especialistas. Ações preventivas que envolvam o poder público, sociedade civil organizada, comunidade escolar e os próprios pais das crianças são fundamentais para o enfrentamento deste tipo de crime. Com o objetivo de unir essas forças será lançado, em Londrina, o "Projeto Paraná Consciente".

O 1º Seminário Interativo Paraná Consciente será realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no dia 07 de novembro (quinta-feira), a partir das 8h30. Foi confirmada a participação de promotores, juízes, delegados, representantes de secretarias de estado, conselhos tutelares, do idoso, de psicologia, OAB e universidades que vão debater a Violência Contra Crianças e Idosos.

A organização é da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), presidida pelo deputado estadual Cobra Repórter (PSD). "Estamos propondo essa parceria objetivando ações conjuntas entre Polícia Civil, o Ministério Público do Estado e a Criai. Entendemos que a união de nossas instituições para organização e promoção conjunta de palestras, cursos, seminários e debates nas mais diversas áreas, é uma ferramenta muito eficaz para a conscientização da população contra, por exemplo, a violência sofrida pelos vulneráveis em questão", explicou o deputado Cobra Repórter.

O "Projeto Paraná Consciente" pretende alcançar alunos das escolas públicas e privadas, professores, associação de pais e mestres, conselheiros tutelares, universidades, com foco, inicialmente, na redução dos índices de violência, evasão escolar, desestruturação da família e seus efeitos, desintoxicação pelo uso imoderado de tecnologias.

A cidade foi escolhida para sediar o 1º Seminário Interativo Paraná Consciente em virtude do número elevado de ocorrências envolvendo a morte de crianças e idosos na região nos últimos meses. "Se comparar o primeiro semestre do ano passado com o desse ano, aumentou em cerca de 20% os crimes contra crianças e adolescentes. A maioria é de natureza sexual. Diante desse cenário, precisamos pensar estratégias em conjunto para prevenir esse tipo de crime", disse a delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes de Londrina (Nucria), Lívia Pini, que será uma das palestrantes do evento.