Toledo

Senac realiza feira de profissões

A feira é uma forma de mostrar as profissões de maneira mais prática.
Os alunos apresentaram um teatro retratando a profissão cuidador de idosos (Foto: Franciele Mota)

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e os jovens precisam se preparar ainda mais para disputar uma vaga. Além da formação universitária, as opções de cursos técnicos e profissionalizantes auxiliam os candidatos nesta jornada. Com a facilidade de concluir o curso em um tempo menor, eles se tornam mais atrativos.

Para tornar essa escolha mais fácil, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) de Toledo realizou na última terça-feira (6) a Feira de Profissões 2018, uma programação que acontece também em todas as unidades do Estado.

“É uma forma de mostrar as profissões de maneira mais prática para o jovem que está interessado em seguir uma carreira. Na feira ele pode ter uma ideia da área e das aulas do curso”, conta a gerente executiva da unidade Toledo Margarete Silva Freitas.

 

PROGRAMAÇÃO

As atividades da feira aconteceram durante todo o dia com palestras, apresentação de teatro, oficinas para elaborar currículos, exposição dos cursos técnicos e de formação inicial e continuada, além de workshops. “A nossa intensão é fazer com que as pessoas abram a mente e vejam a necessidade de sempre estar se profissionalizando e dando ênfase muito aos cursos técnicos que abrem esse caminho ao mercado de trabalho”, comenta.

Um dos cursos mais procurados do Senac é o de técnico de segurança do trabalho com um ano e oito meses de duração. Margarete enfatiza que, em menos de dois anos a pessoa está preparada para o mercado de trabalho. “O curso técnico de segurança do trabalho é uma área que necessita cada vez mais de profissionais preparados, e é o que mais cresce na nossa região, principalmente com a qualidade de empresas e indústrias”.

 

PARTICIPAÇÕES

Alunos do Senac e de escolas da rede pública e privada de Toledo e de cidades como Tupãssi, Ouro Verde do Oeste e Assis Chateaubriand participaram das atividades. Gustavo Henrique de Freitas de 17 anos já faz o curso aprendiz de administração e conta que a feira ajuda bastante a ter uma visão de uma determinação profissão. “A feira vem para somar, ela traz diferentes profissões e ajuda muito os jovens”.