Toledo

Tempo de preparação para a Páscoa inicia com a quaresma

O período de quaresma inicia com a Quarta-feira de Cinzas (Foto: Arquivo J.O/Janaí Vieira)

Nesta quarta-feira (14), inicia o período da quaresma. Para a igreja católica o tempo quaresmal é a preparação para a Páscoa, considerada a festa mais importante para os cristãos. A data coincide com o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade que, neste ano, tem como ‘Fraternidade e superação da violência’.

Nos próximos quarenta dias, os fiéis vivenciam de maneira mais intensa momentos de oração, jejum, reflexão, esmola e penitência. O tempo quaresmal é marcado com a celebração de Quarta-feira de Cinzas. Nessa missa, o sacerdote faz a imposição das cinzas na fronte dos cristãos. As cinzas fazem o cristão lembrar que ele veio do pó e para o pó voltará. Os acontecimentos celebrados destacam a atividade pública de Jesus que começa com forte anúncio de conversão.

“É um tempo de conversão”, salienta o padre André Mendes. “Momento para cada fiel fazer um exame de consciência, reparar os erros e buscar uma vida nova. Porque Cristo ressuscitado nos chama para sermos homens e mulheres renovados”, destaca.

Para que esse processo de vida nova aconteça, primeiramente, o cristão precisa fazer um exame de consciência. Com as fragilidades reconhecidas é possível avaliar aquilo que é essencial para a vida e assim cultivar três atitudes: oração, jejum e esmola como ações concretas de mudança de vida.

O período sugere celebrar o mistério de Jesus, que veio para revelar o amor de Deus. Cristo concretiza esse amor na cruz e a comunidade cristã é convidada para estar preparada e viver aquilo que dá sentido a nossa vida cristã. Ou seja, reviver os momentos do filho de Deus, desde suas dores até sua glorificação.

Em relação ao tempo cronológico, o número 40 é repetido por diversas vezes na cultura judaica. Entre as passagens litúrgicas, é possível destacar os 40 anos que o povo passou em busca da terra prometida e os 40 dias que Jesus viveu no deserto em preparação à sua missão.

 

CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Com o tema ‘Fraternidade e superação da violência’ e tendo como lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8), a Campanha da Fraternidade desafia a comunidade a buscar alternativas de combate a todos os tipos de violência. Mendes salienta que a violência não gera apenas vítimas fatais e que ela pode ser encontrada em diversos pontos da sociedade.

O padre pontua que o ser humano tem um impulso a ser violento. Sobre esse estímulo à violência, o padre declara que ele pode ser encontrado naquela pessoa que se transforma quando está no trânsito, que muda de comportamento ao apresentar uma conduta violenta nas redes sociais, entre outras situações. Contudo, a questão não está nessa pré-disposição, mas sim em como cada pessoa consegue lidar com esse sentimento. “É preciso darmos mais espaço para Deus e deixarmos Ele agir. O convite é para iniciarmos essa mudança nesse período de quaresma”, finaliza.