Estado

UFPR abre inscrições para seleções dos cursos técnicos de Petróleo e Gás e formação de agentes de saúde

Para o curso de Petróleo e Gás, o prazo termina no dia 19 de setembro. Para agentes de saúde, vai até 31 de outubro.

O Setor de Educação Profissional e Tecnológica (SEPT) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) está com inscrições abertas para os processos seletivos de seus dois cursos técnicos: o de Petróleo e Gás, que é integrado ao ensino médio; e o de Agente Comunitário de Saúde, voltado a quem já concluiu o ensino médio.

As inscrições para o processo seletivo do curso técnico em Petróleo e Gás serão recebidas até as 23 horas de 19 de setembro. A taxa de inscrição custa R$ 60. A prova será realizada em Curitiba, no dia 26 de novembro -- o ensalamento será divulgado no dia 22 de novembro. Metade das vagas é reservada para egressos de escolas públicas, que poderão concorrer ainda às subcotas raciais ou para pessoas com deficiência.

Para concorrer, os candidatos devem ter no máximo 19 anos completos até 31 de dezembro de 2017. Outra exigência é não ter concluído o ensino médio.

A prova terá 20 questões (dez de Matemática, quatro de Biologia, três de Física e três de Química), valendo quatro pontos cada, além de uma redação com base na interpretação de um texto, no valor de 20 pontos.

Já o processo seletivo para o curso de técnico de Agente Comunitário de Saúde não prevê prova, mas análise de histórico escolar. As inscrições podem ser feitas até as 23 horas de 31 de outubro e são gratuitas.

São ofertadas 30 vagas em cada curso e as inscrições podem ser realizadas pela internet no site do Núcleo de Concursos (NC) da UFPR.

 

PETRÓLEO E GÁS

Com duração de três anos, o curso técnico em Petróleo e Gás é realizado juntamente com o ensino médio, rendendo os dois diplomas ao estudante após a conclusão.

Assim, o turno é integral (manhã e tarde) e, além das matérias comuns ao ensino médio (Geografia, História, Matemática, Física, Educação Física, Inglês, Sociologia, Filosofia, Biologia, Química, Língua Portuguesa e Artes), o aluno cumpre a grade curricular técnica, composta de matérias ligadas à área, como Meio Ambiente, Saúde e Segurança, Prospecção, Produção de Petróleo e Refino. É possível ainda optar por disciplinas extras, como Informática e Conversação em Inglês.

De acordo com o coordenador do curso, professor Adriano Rodrigues de Moraes, o mercado de trabalho do técnico em Petróleo e Gás continua amplo e promissor desde a reformulação do curso (que nasceu com foco em Reciclagem de Plástico) para a atual área, em 2010. "O Brasil é um país que depende muito dessa matriz energética, portanto oportunidades de trabalho sempre existirão", diz.

Alunos do curso técnico em Petróleo e Gás da UFPR têm obtido desempenho acima da média em vestibulares e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com a ênfase na área de Exatas e, mais recentemente, na de Ciências da Terra, o curso ocupa desde 2014 a primeira posição entre as escolas públicas do Estado no ranking do Enem.

 

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

O processo seletivo para o curso de técnico de Agente Comunitário de Saúde da SEPT/UFPR foi reformulado para 2017, quando se tornou gratuito e sem provas. Depois de se inscrever pela internet, o candidato deve entregar a documentação: cópia e original do documento de identidade (RG); cópia do CPF; e cópia do histórico escolar do Ensino Médio, juntamente com o documento original.

A classificação será feita com base na média simples obtida pelo candidato em quatro disciplinas (Língua Portuguesa, Matemática, Biologia e Geografia) no 1º e no 2º ano do ensino médio. Dessa forma, pessoas que concluirão o ensino médio em 2017 também poderão participar.

Segundo a coordenadora do curso, professora Lucí Regina Archegas, a mudança é para ampliar o interesse pelo curso, que tem entre seus objetivos também a inclusão social. "Uma parte dos nossos estudantes são pessoas que estão retomando os estudos e têm interesse na função", conta.

Também há agentes comunitários em exercício que procuram o curso para capacitação. "O retorno do curso é muito positivo. É um diferencial gigante na comparação com cursinhos rápidos de poucos meses", diz Lucí. Agentes comunitários de saúde são funcionários municipais geralmente contratados temporariamente por meio de processo seletivo e atuam no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

O curso técnico de Agente Comunitário de Saúde tem três módulos obrigatórios com disciplinas que abrangem temas de políticas de saúde, ética, anatomia, primeiros socorros, saúde do idoso, bucal, mental, do adolescente e da mulher, entre outros.