Região

Unioeste promove semana de internacionalização universitária

Entre os dias 4 e 7 de outubro, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), por intermédio de seu International Office, recebeu na cidade de Foz do Iguaçu, 100 reitores, vice-reitores, pró-reitores, assessores de relações internacionais e outros representantes de 44 instituições da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Brasil.

O objetivo da Western Parana International Week (WPIW), além de estreitar laços com nossos pares, foi debater os avanços e boas práticas nas políticas e estratégias de internacionalização universitária nas diferentes arenas.

A programação da WPIW, que foi caracterizada pela qualidade do debate e envolvimento dos participantes, incluiu o Fórum de 2017 da Regional Sul da Associação Brasileira de Educação Internacional (Faubai); o 6º Seminário de Internacionalização das Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná (SIIES); a 2ª Plenária de Reitores de 2017 da Rede Universitária da Zona de Integração do Centro-Oeste da América do Sul (Zicosur); o 1º Encontro do Grupo de Assessores Internacionais da Rede Zicosur Universitária; e o I Encontro Técnico entre as Diretorias Executivas da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) e Consejo Interuniversitário Nacional (CIN) da Argentina.

Durante o evento, foi lançado, também, o Heraldo Oeste Paranaense, projeto de extensão e informativo oficial do International Officeem língua espanhola para divulgação da área internacional da Unioeste.

Para o assessor-adjunto de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Unioeste e coordenador da WPIW, Rafael Mattiello, “ter o privilégio de sediar importantes eventos de internacionalização universitária em âmbito estadual, nacional e internacional, como conseguimos programar dentro da Western Parana International Week, amplifica a relevância e prestígio da Unioeste perante seus pares, consolidando, de um lado, sua postulação como uma instituição referência no âmbito da América Latina, e de outro, maximizando os nossos interesses organizacionais por intermédio da articulação e estímulo à cooperação interinstitucional e internacional com respeito e reciprocidade”.