DEM diz que falas de Marcos Rogério na CPI não refletem pensamento do partido

O perfil oficial do DEM no Twitter se posicionou contra as falas do senador e líder da sigla no Senado, Marcos Rogério (DEM-RO), durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta quinta-feira (20). “As posições do senador Marcos Rogério na CPI refletem seu pensamento como parlamentar, e não como Partido”, declarou o partido na rede social.

Nesta manhã, à sessão, Rogério apresentou um vídeo em que aparecem governadores falando sobre o uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19. Dentre os gestores aparecem João Doria (PSDB-SP), Flavio Dino (PCdoB) e Renan Filho (MDB-AL). Ao fazer a apresentação, iniciou-se uma discussão na comissão.

Questionado pela jornalista Daniela Lima da CNN Brasil sobre os vídeos datados de 2020, a sigla afirmou na rede social que “as posições do senador Marcos Rogério na CPI refletem seu pensamento como parlamentar, e não como Partido”. E completou: “Desde o início da pandemia, o compromisso do Democratas com a ciência e a preservação da vida se faz evidente em nossas gestões pelo Brasil”.

Rogério afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é criticado por defender o uso do remédio, mas os governadores também tinham apoiado a cloroquina. No entanto, as falas dos governadores sobre a cloroquina foram realizadas na época em que testes estavam sendo realizados para verificar se o medicamento tinha eficácia.