Franco diz desconhecer estratégia de solicitação de kit covid ao ministério

O ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco disse desconhecer a solicitação de “kits covid”, coquetel de remédios que não conta com aval médico, por secretários municipais de Saúde à pasta. À CPI da Covid, Franco afirmou que a cloroquina, medicamento sem eficácia comprovada contra a covid-19 e defendida pelo presidente e apoiadores como alternativa às medidas de prevenção, estava prevista na relação do Ministério da Saúde para ser usada no tratamento da malária e do lúpus.

Segundo narrou o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), “em janeiro de 2021, secretários de Saúde dos municípios foram procurados por parlamentares bolsonaristas, entre eles Bibo Nunes (PSL-RS), para que fizessem a solicitação ao Ministério da Saúde para receberem o kit covid para tratamento precoce”.

Franco respondeu que “o kit de tratamento precoce não é utilizado pelo ministério” e reforçou que os remédios eram fornecidos mediante a demanda de Estados e municípios.