Mourão: Há 4 décadas, juventude ‘tem sido vítima de uma visão deformada’

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, criticou nesta segunda-feira, 21, o sistema educacional brasileiro desde o período da redemocratização até os dias recentes. Segundo Mourão, há quatro décadas, a juventude brasileira “tem sido vítima de uma visão deformada” que busca apagar a riqueza da história do Brasil.

“Os grandes autores simplesmente desapareceram, substituídos que foram por intérpretes ideológicos dos 520 anos em que esta Nação foi esculpida”, afirmou o vice-presidente durante o lançamento da coleção ‘Os Pensadores do Brasil’ de 200 livros, promovido pelo Instituto General Villas Bôas.

Entre os títulos, estão Geopolítica e Poder, do general e ex-chefe da Casa Civil durante a Ditadura Militar, Golbery do Couto Silva e A Amazônia e a Cobiça Internacional, do ex-governador do Amazonas, Artur César Ferreira Reis.

Para o vice-presidente, “as ideias constroem e as ideologias destroem”.