“Não existirá oposição burra”, afirma o vereador Chumbinho do Progressita

Após a quarta tentativa, o servidor público Chumbinho Silva está eleito como vereador de Toledo com 1133 votos. Ele é o quinto vereador mais votado no município e o terceiro pelo Partido Progressista. “É o reconhecimento do trabalho desenvolvido na infraestrutura rural. Hoje, tenho certeza que o meu trabalho foi aprovado pela sociedade”, disse o vereador durante o programa ‘Fim de Tarde com o Editor’, do JORNAL DO OESTE, na segunda-feira (7).

O partido possuía candidatos conhecidos e existia a previsão de uma disputa acirrada. A expectativa do Progressista era que 11 candidatos recebessem acima de 800 votos, mas esse cálculo não consolidou-se e a bancada na próxima legislatura é formada por cinco vereadores.

De acordo com Chumbinho, um dos segredos para ser eleito foi o trabalho realizado na Secretaria de Infraestrutura Rural. “O agronegócio está ligado ao meio urbano e comprovou-se nas urnas”. O vereador nasceu em Ouro Preto e, atualmente, reside no bairro Gisela. “Gosto de enaltecer o interior e tive a oportunidade de realizar um trabalho com o produtor”.

Ao ser questionado se a carreira artística também colaborou com a votação, Chumbinho revela que a sua profissão é servidor público. “A música é como um hobby, um complemento de renda e como um meio de diversão. Na eleição anterior, o resultado mostrou que eu tinha popularidade, porém não consegui ser eleito. Com a oportunidade em assumir uma pasta, consegui demonstrar a responsabilidade e o amadurecimento para aliar a popularidade com o trabalho desenvolvido”.

Com relação as ações promovidas na pasta, Chumbinho destaca que diante da estrutura, ele fez ‘milagre’. “O prefeito Lucio de Marchi enfrentou várias crises, mesmo assim Toledo continuou desenvolvendo-se. Mas, na Secretaria, eu precisaria de mais máquinas e equipamentos, porém não é viável a administração realizar financiamentos e não conseguir contratar servidores públicos”.

O vereador salienta que o diferencial em seu trabalho foi apresentar a informação correta. “Nunca enrolei ninguém. O que dava para fazer, executava o serviço e quando não conseguia apresentava o motivo. Sabemos que deixamos a desejar em alguns pontos, porém em média 70% do que almejava na infraestrutura rural consegui executar”, afirma Chumbinho ao ponderar que a terceirização de serviço colaborou para realizar as ações.

NO LEGISLATIVO – Reuniões são realizadas com os deputados e os demais vereadores para dialogar sobre os trabalhos e os posicionamentos na Casa. “Não existirá oposição burra. A base do prefeito eleito não será ignorante a ponto de aprovar todos os projetos encaminhados. Nós vamos trabalhar para o povo. Aprovar o que for bom para a sociedade e reprovar o que for impopular”, relata Chumbinho.

Ele explica que possui condição de produzir ou discutir os projetos de leis. “Qualquer matéria que afete para o bem ou para o mal, nós devemos coletar informações para formar a opinião e favorecer a população”, revela Chumbinho ao citar que pretende ser autor de projetos nas áreas administrativa, do agronegócio, entre outros. “Eu me elegi por Toledo e trabalharei para todo o Município”, finaliza.

Da Redação