Pesquisador alerta para a necessidade de controle do gasto

A falta de liderança do governo Jair Bolsonaro na condução das ações relativas ao enfrentamento da pandemia de covid-19 fez aumentar a pressão financeira sobre Estados e municípios, na avaliação do pesquisador em saúde pública Mário Scheffer, que é professor da Faculdade de Medicina da USP. De acordo com o especialista, a alta nos gastos também ocorreu em função da necessidade de expansão rápida das redes, mediante contratos sem licitação liberados para agilizar o atendimento. “Exatamente por isso que é importante estabelecer uma forma de transparência, de acompanhamento da execução desses recursos”, ressalta.

Segundo a Secretaria da Fazenda, a capital recebeu desde março de 2020 um total de R$ 2,26 bilhões em repasses federais e estaduais para combater o novo coronavírus. No 1º quadrimestre de 2021, no entanto, esse valor caiu a R$ 281 milhões.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.