Presidente do PP diz que pode ir ao STF para definir impasse de bloco de Baleia

Após uma reunião tensa com direito a gritos e troca de ofensas entre Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Arthur Lira (PP-AL), o presidente do Progressistas, Ciro Nogueira, admitiu a possibilidade do partido ir ao Supremo para resolver o impasse.

O grupo de Baleia Rossi (MDB-SP) não conseguiu registrar o bloco de partidos em apoio à sua candidatura. Eles alegam que houve um problema tecnológico no sistema. Já aliados de Lira dizem que siglas adversárias não protocolaram dentro do prazo.

Maia resolveu aceitar a formação do bloco de Baleia, apesar do problema. A decisão foi comunicada em uma reunião a portas fechadas com demais líderes.

O clima esquentou e houve troca de ofensas. Aliados deixaram a reunião no meio da conversa e estão reunidos em outra sala agora.

O presidente do Progressistas criticou a atitude de Maia e quando foi questionado se o seu partido levaria a questão para o Supremo Tribunal Federal, ele respondeu que sim.