Rio e São Paulo tem panelaço contra Bolsonaro

Em dia de novo recorde por mortes em decorrência da covid-19 (3.950 óbitos em 24 horas, um terço das vítimas hoje do mundo), moradores do Rio de Janeiro e de São Paulo promoveram um panelaço em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro.

No Rio, as manifestações foram registradas em bairros como Copacabana, Leme, Botafogo, Glória e Laranjeiras, todos na zona sul, e Grajaú, na zona norte. Além do barulho de panelas, os manifestantes gritaram palavras de ordem como “fora, genocida”, “fora, miliciano” e “ditadura nunca mais”, em referência aos 57 anos do golpe militar de 1964.

Em São Paulo, houve protestos em bairros da zona oeste, como Pinheiros, Pompeia, Sumarezinho e Vila Madalena, e na região central, na Bela Vista e Santa Cecília.