Vereador eleito pretende popularizar o Plano Plurianual

“Acredito que a sociedade somente será transformada com a política”, afirma o vereador eleito Dudu Barbosa. Pelo partido Republicanos, ele teve 645 votos nas eleições realizadas em outubro passado. Na segunda-feira (14), Barbosa participou do programa “Fim de Tarde com o Editor”, do JORNAL DO OESTE.

Em sua entrevista, o vereador eleito disse que sempre esteve ligado a política de alguma maneira. “Desde a época do Movimento Estudantil sempre gostei de participar de assuntos envolvendo a política, pois acredito que a sociedade somente será transformada com ela”.

Ele já fez parte do Partido dos Trabalhadores (PT) e no ano de 2013 solicitou a sua saída. “O motivo da minha saída está relacionado a dissolução do partido e do que eu acreditava nele”, afirma Barbosa ao complementar que o Republicanos está no cenário nacional. “É um partido de centro de direita e ele está relacionado ao meu pensamento e como vejo a política”.

Barbosa recorda que participou das eleições como candidato a vereador em 2012, porém não obteve êxito. Devido ao seu empreendimento profissional, ele optou por não participar do pleito em 2016. “A empresa estava em um momento de decisão e precisa da minha participação”.

EXPERIÊNCIA – Devido ao seu trabalho, o vereador eleito conviveu com vários políticos e compreendeu o pensamento de cada partido. “O meu crescimento no Instituto fez com que tivesse a maturidade e a evolução de 2012 para o Dudu Barbosa ser eleito agora. Hoje, sou uma pessoa mais madura, tranquila e comprometida”, revela ao complementar que é uma pessoa com mais capacidade e conhecimento técnico.

Em seu mandato, Barbosa pretende implantar novas ideias e projetos para auxiliar a administração. “Também vou fiscalizar as ações, porque o objetivo é fazer com que o Município que já é bom fique ainda melhor. Garanto a todos os meus eleitores e a população que o Dudu de 2020 está mais preparado em relação ao de 2012”.

Na oportunidade, ele destaca que o Republicanos, em Toledo, deu uma aula de construção partidária. “Nós conseguimos eleger um vereador com 600 votos. A chapa de vereadores era considerada mediana. Com isso, o grau de disputa se manteve e todos os candidatos do partido tinham chance de ser eleito”, declara Barbosa ao acrescentar que partido é algo para ser respeitado. “Respeitar aquilo que pensa e acredita.

GESTÃO – Segundo o vereador eleito, ele foi um candidato que realizou a leitura dos planos de governos de todos os candidatos aos cargos do Executivo. “Espero que o prefeito eleito cumpra com o Plano de Governo apresentado para a sociedade. Enquanto parlamentar, terei a missão de ajudar o Executivo a executar o que foi dito na campanha e fiscalizar o que acontece no Município”.

Barbosa pondera que os eleitores deixaram um recado nas urnas. “O Legislativo precisa voltar para a comunidade e mostrar o seu verdadeiro papel. Quem acompanhou o meu material de campanha observou que não tinham propostas e a minha única ideia neste momento é que popularizaremos o Plano Plurianual. A Câmara que não levar para a comunidade essa peça orçamentária, o mandato já passou por ali. Quando vamos começar a discutir? O papel mais importante de uma Câmara de Vereadores é popularizar a peça para que a sociedade a entenda. Assim, ela não culpará o vereador”.

Ele enfatiza que decidiu concorrer a este pleito, porque pretende construir um mundo melhor para o seu filho. “Nós queremos contribuir com essa cidade que precisa avançar e ficar ainda melhor. Não estou preocupado com a reeleição. Desejo que a minha passagem pelo Legislativo faça valer a pena todos os votos”.

Da Redação