Editorial
Apoio ao conhecimento

Toledo é um município rico, principalmente, por conta do setor agropecuário. Isso não é segredo para ninguém. Ocupa o primeiro lugar no agronegócio no Paraná, com Valor Bruto da Produção Agropecuária de R$ 2.214.196.495,58, do ano base 2018. Para manter-se sempre nessa posição privilegiada, os produtores, pesquisadores, cooperativas, indústrias, universidades e profissionais estão atentos aos avanços tecnológicos, buscando incansavelmente o aprimoramento. Somente o conhecimento é capaz de fazer a diferença, não só nesse setor, mas, em todas as demais áreas.

No entanto, o foco do editorial de hoje é a suinocultura, que é a atividade de maior destaque no Valor Bruto da Produção Agropecuária de Toledo. Em 2018, por exemplo, foram abatidas e comercializadas mais de um 1.700 milhões de cabeças, movimentando mais de R$ 655,7 milhões. O papel da suinocultura em nosso município é tão forte que diversas festas são realizadas tendo como base pratos principais feitos de carne suína. O nosso time de futebol é, carinhosamente, chamado de Porco. Temos até chopp de bacon.  

Mas nada disso seria possível sem o conhecimento. Os produtores de suínos têm consciência de que os animais precisam estar saudáveis e sem estresse para que que a produção alcance as cifras desejadas, por isso, eles estão atentos às doenças que podem prejudicar a produção da carne suína. Pensando nisso, foi que representantes da cadeia participaram, ontem, de um workshop sobre doenças virais de importância na produção de suínos. 

O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves), que no mês que vem organiza no município o 19º Congresso Nacional e 1º Congresso Internacional Abraves. A equipe do JORNAL DO OESTE realizou a cobertura jornalística do workshop e também acompanha todos os preparativos para o Congresso Abraves.

Isso porque o JORNAL DO OESTE entende que as riquezas que o munícipio gera devem ser valorizadas e também apoia os eventos que propiciem o fortalecimento do conhecimento de todas as cadeias produtivas.  

Apoio ao conhecimento

 

Toledo é um município rico, principalmente, por conta do setor agropecuário. Isso não é segredo para ninguém. Ocupa o primeiro lugar no agronegócio no Paraná, com Valor Bruto da Produção Agropecuária de R$ 2.214.196.495,58, do ano base 2018. Para manter-se sempre nessa posição privilegiada, os produtores, pesquisadores, cooperativas, indústrias, universidades e profissionais estão atentos aos avanços tecnológicos, buscando incansavelmente o aprimoramento. Somente o conhecimento é capaz de fazer a diferença, não só nesse setor, mas, em todas as demais áreas.

No entanto, o foco do editorial de hoje é a suinocultura, que é a atividade de maior destaque no Valor Bruto da Produção Agropecuária de Toledo. Em 2018, por exemplo, foram abatidas e comercializadas mais de um 1.700 milhões de cabeças, movimentando mais de R$ 655,7 milhões. O papel da suinocultura em nosso município é tão forte que diversas festas são realizadas tendo como base pratos principais feitos de carne suína. O nosso time de futebol é, carinhosamente, chamado de Porco. Temos até chopp de bacon.  

Mas nada disso seria possível sem o conhecimento. Os produtores de suínos têm consciência de que os animais precisam estar saudáveis e sem estresse para que que a produção alcance as cifras desejadas, por isso, eles estão atentos às doenças que podem prejudicar a produção da carne suína. Pensando nisso, foi que representantes da cadeia participaram, ontem, de um workshop sobre doenças virais de importância na produção de suínos. 

O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves), que no mês que vem organiza no município o 19º Congresso Nacional e 1º Congresso Internacional Abraves. A equipe do JORNAL DO OESTE realizou a cobertura jornalística do workshop e também acompanha todos os preparativos para o Congresso Abraves.

Isso porque o JORNAL DO OESTE entende que as riquezas que o munícipio gera devem ser valorizadas e também apoia os eventos que propiciem o fortalecimento do conhecimento de todas as cadeias produtivas.